Início / Publicações / Jornal Foice & Martelo

Jornal Foice & Martelo

Apresentamos para você o jornal Foice&Martelo, uma publicação proletária independente. Em suas páginas, encontrará análises marxistas sobre temas atuais, assim como formação política e notícias de lutas e mobilizações, sempre voltadas ao interesse da classe trabalhadora e da juventude. Deixamos aqui um convite para que adquira uma modalidade de assinatura, e assim colabore para manter essa iniciativa militante.

Órgão da Esquerda Marxista, o jornal Foice&Martelo circula desde 1º de maio de 2013. Sua existência dá continuidade à longa e rica história dos jornais de esquerda no Brasil e no mundo. Desde a época em que o Brasil era uma república controlada pelos coronéis do café e do leite, nossa classe busca imprimir suas opiniões. Por meio delas, sindicatos, movimentos, grupos e partidos levaram milhares de homens e mulheres a agir para mudar suas vidas.

O que diferencia o jornal Foice&Martelo são suas posições claras em defesa das ideias do marxismo, que consistem na necessidade de uma revolução socialista em todo o mundo. Os artigos veiculados são elaborados por camaradas comprometidos com uma transformação que coloque abaixo o capitalismo. Em uma sociedade de classes, nenhuma notícia é neutra. Ou insufla revolta entre as massas, ou contribui para seu aprisionamento.

No momento histórico que vivemos no Brasil e no mundo, faz-se fundamental um porto seguro no qual as revoltas individuais e coletivas possam se reunir. O jornal Foice&Martelo propõe-se a ser esse ponto de encontro. Contudo, sem independência financeira, nenhuma publicação ou organização pode ter uma verdadeira independência política. Por isso, sua produção depende das assinaturas e da compra de seus leitores.

Com a missão de informar e organizar a classe trabalhadora e a juventude sob o prisma de seus interesses de classe, este órgão depende de sua ajuda. Faça sua assinatura do jornal Foice&Martelo, receba a edição em sua casa e tenha acesso a todo o conteúdo digital que disponibilizamos.