Mundo | Ver Mais

Peru: as tarefas dos marxistas e o governo de Pedro Castillo

Os acontecimentos que estão se desenvolvendo no Peru requerem atenção especial por parte dos revolucionários. Os escândalos de corrupção, a severa crise econômica e a má gestão estatal da pandemia evidenciaram as grandes contradições do capitalismo, pois as condições de vida são tão precárias e a pilhagem imperialista tão evidente …

Leia Mais »

A radicalização da juventude deixa a classe dominante com medo

Os jovens em todo o mundo estão “perdendo o jogo geracional” por causa da crise capitalista global. Essa é a conclusão tirada em um artigo recente publicado no Financial Times, o porta-voz das grandes empresas na Grã-Bretanha. Para horror da classe dominante, a crise está levando a uma crescente radicalização …

Leia Mais »

Guiné em turbulência após golpe militar

A turbulência tomou conta do empobrecido país da África Ocidental, a Guiné, desde que uma unidade de operações especiais do exército anunciou que havia capturado o presidente Alpha Condé e dissolvido seu governo no domingo. O líder do golpe e chefe das forças especiais do país, coronel Mamadi Doumbouya, anunciou …

Leia Mais »

11 de setembro, vinte anos depois

Há vinte anos, os Estados Unidos testemunharam o maior e mais sangrento ataque a seu solo na história moderna. Pelo menos 2.977 homens e mulheres morreram e pelo menos 25.000 ficaram feridos depois que uma gangue de terroristas chocou uma série de aeronaves comerciais nas Torres Gêmeas do World Trade …

Leia Mais »

20 anos do 11 de setembro nos Estados Unidos

Hoje marca o 20º aniversário dos ataques às Torres Gêmeas, em 11 de setembro de 2001. Abaixo reproduzindo uma série de artigos sobre os ataques de 11 de setembro e a “Guerra ao Terror”, produzidos pela Corrente Marxista Internacional (CMI). É fundamental tirarmos as lições políticas corretas desses eventos, para …

Leia Mais »

Japão: renúncia do primeiro-ministro e fim da estabilidade política

Na sexta-feira, 3 de setembro, o primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, anunciou que não participaria da disputa pela liderança de seu Partido Liberal Democrático (LDP), marcada para o final deste mês. Isso efetivamente significa que ele deixará o cargo de primeiro-ministro após apenas um ano no cargo. No entanto, dada …

Leia Mais »

Argentina: as eleições e a construção de uma alternativa revolucionária

A poucos dias das eleições primárias1, o capitalismo argentino, como expressão de uma crise maior que assola o mundo, mal consegue se manter à custa de um endividamento colossal. O Estado, dessa forma, resolve com o assistencialismo a impressionante escassez que percorre os bairros populares das cidades do país, tentando, …

Leia Mais »

Derrota, desmoralização e dissidência: a crise do imperialismo norte-americano

A retirada dos EUA do Afeganistão tornou-se uma humilhação total para o imperialismo dos EUA. Não apenas expôs um relativo declínio militar e econômico, mas também um crescente sentimento de cansaço pela guerra em casa. Os trabalhadores nos EUA estão fartos das infindáveis aventuras militares da classe dominante, enquanto as …

Leia Mais »

Haiti: terremoto, Covid-19 e saída para a crise

O terremoto catastrófico de 2010 no Haiti deixou 250 mil mortos e 1,5 milhão de desabrigados. Foi classificado como 7,0 na escala Richter, ocorreu a 10km de profundidade e 22km de distância de Porto Príncipe. O terremoto que aconteceu em 14/08 foi maior (e vale lembrar que essa escala é …

Leia Mais »

Afeganistão: a traição cínica do imperialismo dos EUA

A guerra mais longa da América terminou em vergonha e humilhação abjeta para o imperialismo dos EUA. Vinte anos após a invasão do Afeganistão, a força militar mais poderosa que o mundo já conheceu sofreu uma derrota total nas mãos de um bando de fanáticos religiosos primitivos. A queda de …

Leia Mais »