História do Brasil

Cisões e expurgos nos primeiros anos do PCB

A construção de um núcleo bolchevique no Brasil desde o início se viu marcada por dificuldades internas e externas. Por um lado, os fundadores do Partido Comunista do Brasil (PCB) eram oriundos principalmente do anarquismo ou do sindicalismo revolucionário e, diferente de países como a Argentina, não havia na época qualquer experiência de construção de uma forte organização socialista no Brasil. Por outro lado, o PCB nasceu no início do processo de degeneração do PC russo e da burocratização da Internacional Comunista (IC).O PCB viu sua fragilidade teórica e organizativa ser esmagada, com a conivência da maioria de sua direção, pela imposição das normas stalinistas.

Leia Mais »

Os trotskistas e a interpretação marxista sobre o Brasil

O centenário da Oposição de Esquerda (OE), criada contra o processo de stalinização do Partido Bolchevique e impulsionada por Leon Trotsky a partir de 1923, não deve ser apenas um fato comemorativo, mas também de reflexão sobre a história do trotskismo e as contribuições teóricas e políticas da 4ª Internacional. No Brasil, onde a OE começou a se organizar a partir de 1928, essa reflexão passa necessariamente pelo estudo do texto “Esboço de uma análise da situação econômica e social do Brasil”

Leia Mais »

O PCB, a esquerda e o golpe de 1964

Neste ano do centenário do PCB, é importante retomar um dos momentos mais trágicos da sua política de colaboração de classes. O golpe de 1964 é resultado direto dos vacilos políticos e teóricos do PCB, que, diante de sua aliança com a burguesia “nacional” e confiando nas instituições do Estado, …

Leia Mais »

Zumbi dos Palmares: o papel do indivíduo na história

“O grande homem é grande não porque suas particularidades individuais imprimiam uma fisionomia individual aos grandes acontecimentos históricos, mas porque é dotado de particularidades que o tornam o indivíduo mais capaz de servir às grandes necessidades sociais de sua época, surgidas sob a influência de causas gerais e particulares” – …

Leia Mais »

A Batalha Estudantil da Rua Maria Antônia

“Foi como se esquecessem o leite fervendo sobre o fogão. Em 1968, o mundo transbordou. Foi como se tudo fosse terminar no dia seguinte. A história avançava com velocidade, fúria e criatividade. Nada seria como antes. Ninguém ficaria parado” (Gilberto Amendola, autor de Maria Antônia: A história de uma guerra, …

Leia Mais »

O PCB e a esquerda brasileira

Os próximos meses serão marcados por diversas comemorações pelo centenário do Partido Comunista Brasileiro (PCB), fundado em 25 de março de 1922. Essa data será celebrada em torno a personagens ou em debates acadêmicos promovidos por grupos de pesquisa e periódicos científicos em todo o país. Contudo, os revolucionários devem …

Leia Mais »

A Revolta da Vacina: Um antídoto para a antidemocrática República burguesa

“A revolta não visava o poder, não pretendia vencer, não podia ganhar nada. Era somente um grito, uma convulsão de dor, uma vertigem de horror e indignação. Até que ponto um homem suporta ser espezinhado, desprezado e assustado? Quanto sofrimento é preciso para que um homem se atreva a encarar …

Leia Mais »

Lei do Ventre Livre e Lei dos Sexagenários: tudo deve mudar para que tudo fique como está

A transformação econômica pela qual passava o mercado em desenvolvimento na Europa do século 19 necessitava se livrar do braço escravo como motor da economia capitalista nascente. A mão de obra negra, que foi tão útil ao projeto expansionista das metrópoles nas colônias, agora, começava a ser vista como indesejada. …

Leia Mais »

110 anos desde a Revolta da Chibata: o que temos a aprender com ela?

Há 110 anos, no dia 22 de novembro de 1910, ocorria um dos mais importantes movimentos operários da luta contra o racismo no Rio de Janeiro: a Revolta da Chibata. Na verdade, o que ocorreu, foi uma revolta contra a chibata. Um conjunto de marinheiros decidiram se colocar contra as …

Leia Mais »

Os quilombos no Brasil e a luta pela libertação dos escravos

A diáspora africana e a acumulação de capital no Novo Mundo O Brasil ocupa o vergonhoso segundo lugar na história da diáspora africana ficando atrás apenas dos EUA. Durante o período colonial cerca de cinco milhões de africanos desembarcaram no Brasil. O tráfico negreiro, que se estendeu do século 15 …

Leia Mais »