Educadores Pelo Socialismo

Coletivo Educadores pelo Socialismo

Balanço e lições das lutas dos servidores públicos de Caieiras em 2021

Com este texto, pretendemos apresentar um breve histórico das lutas recentes dos servidores públicos de Caieiras em torno do reajuste salarial e do aumento do salário-base do magistério de acordo com o novo piso federal, apresentando um balanço dos resultados conquistados e o papel das direções de suas principais organizações …

Leia Mais »

Novo Plano de Carreira em São Paulo: “privatização” e rolo compressor das escolas de tempo integral

O novo “Plano de Carreira e Remuneração”, anunciado em dezembro do ano passado pelo governador João Doria (PSDB), foi publicado no dia 4 de março no Diário Oficial. O Projeto de Lei Complementar 3/2022 (PLC 3/22) é, segundo o governo do estado, resultado do fraco desempenho das escolas nos índices …

Leia Mais »

Abaixo a atribuição compulsória! Organizar os trabalhadores temporários e exigir mobilização da Apeoesp!

Direções escolares divulgaram comunicados extraoficiais nesta segunda-feira (20/12) alegando que na atribuição de aulas o professor temporário terá sua jornada de trabalho definida de forma compulsória até completar a quantidade de aulas escolhidas na inscrição (19 ou 24 ou 32 aulas). O professor vai ter suas aulas atribuídas no máximo …

Leia Mais »

Sampaprev 2: por que sofremos mais essa derrota?

No dia 10 de novembro, os servidores públicos municipais foram fortemente atacados pela Guarda Civil Metropolitana (GCM) e pela PM com bombas de efeito moral, balas de borracha e gás de pimenta, em frente à Câmara de Vereadores de São Paulo, a mando do prefeito Ricardo Nunes (MDB). Mais uma …

Leia Mais »

Prefeito de Caieiras se nega a reajustar salário de servidores e professores

Em setembro (25), o governo federal anunciou o reajuste do piso nacional do magistério em 31,3% no Diário Oficial da União a partir de janeiro de 2022. Isso significa que o piso salarial a ser pago ao professor com jornada de 40h/semana passa a ser de R$ 3.789,63 e a …

Leia Mais »

Por que a reforma administrativa de Doria foi aprovada?      

No dia 19 de outubro o Projeto de Lei Complementar 26/2021 (Reforma Administrativa) que retira direitos dos servidores públicos foi aprovado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) e agora deverá ser sancionada pelo governo de João Doria (PSDB). Com sua aprovação, Doria impôs o fim das faltas …

Leia Mais »

São Paulo: luta em defesa dos nossos direitos e contra o Sampaprev

Os trabalhadores sofrem com todo tipo de ataques nesta crise do sistema capitalista, com tantas vítimas da pandemia de Covid-19, aumentos nos preços dos alimentos, da carne, do gás etc. Agora, como se já não bastasse, a elite, não satisfeita, quer arrancar ainda mais da população para manter suas fortunas …

Leia Mais »

Retorno das aulas presenciais em SP – A burguesia e a arte de obscurecer a realidade

“A gente está com as escolas preparadas”? No dia 13 de outubro a imprensa paulista noticiou o retorno das aulas presenciais obrigatórias no estado de SP, para a rede estadual e privada, com apelo às redes municipais. Um dos principais argumentos de Rossieli Soares (Secretário da Educação) e do governador …

Leia Mais »

Nota de repúdio à perseguição contra professores em São Paulo

O coletivo Educadores pelo Socialismo repudia toda forma de opressão e se solidariza com o professor Alex Viana, da Escola Sophia Maria, de Itapecerica da Serra, em São Paulo, que está sendo processado pelo Estado em sua estratégia de intimidação e judicialização para calar professores, alunos, pais e comunidade, e …

Leia Mais »

Educação em São Paulo: sala dos professores vira call center

Os professores da rede estadual de SP têm sofrido humilhação atrás de humilhação nas últimas décadas. Amargam um salário que equivale a míseros R$ 12,98 hora/aula. Em tempos sem pandemia, são obrigados a lecionar para 40 ou mais estudantes por sala. E trabalham sob péssimas condições. Com a Reforma da …

Leia Mais »