Envie moção pela segurança de professora ameaçada de morte em São Paulo

A violência nas escolas continua se manifestando no cotidiano da cidade de São Paulo. Um caso escandaloso está ocorrendo contra a professora Sarah Kolesnikova, lotada em escola da rede estadual da Zona Leste da capital paulista. Ela foi ameaçada de ser sequestrada e queimada por um aluno. O fato ocorreu em 14 de junho. Mais de dois meses depois, nenhuma atitude foi adotada pela direção da Escola Estadual Dona Zalina Rolim e Sarah continua obrigada a ter contato diário com seu agressor.

Agora finalmente a direção escolar cogita transferir o aluno de escola. Porém, o que poderia ser uma medida progressiva se mostra um expediente para perpetuar a situação de violência e insegurança escolar. Isso porque a gestão escolar planeja transferir o agressor para outra escola em que a Sarah trabalha. A direção da unidade pretende, assim, resolver seu próprio problema, demonstrando completo descaso com a realidade de violência sofrida pela professora.

As informações que dispomos evidenciam que foram inúteis os procedimentos administrativos, o bom senso esperado para um caso desses e até mesmo a abertura de um Boletim de Ocorrência e registros de implicações médicas de tal condição de violência. Diante disso, lançamos um apelo à solidariedade de todos, educadores, estudantes, pais, figuras públicas e trabalhadores do Brasil. Pedimos que somem-se a uma campanha de moções para denunciar a situação e exigir sua adequada solução por parte da direção da escola e da Diretoria de Ensino Leste-4.

Abaixo disponibilizamos um modelo de moção a ser enviada por e-mail, para os respectivos endereços que listamos. Ao final do corpo do modelo de texto pode-se colocar seu nome e demais qualificações. A moção se dirige à direção da escola em que a professora trabalha, à Diretoria de Ensino Leste-4 do Estado de São Paulo e, também, ao e-mail pelo qual faremos o gerenciamento do progresso desta iniciativa de solidariedade.

Destinatários do e-mail:

e002471a@prof.educacao.sp.gov.br

delt4@educacao.sp.gov.br

delt4nve@educacao.sp.gov.br

delt4crh@educacao.sp.gov.br

educadorespelosocialismo@gmail.com

Modelo de título do e-mail:

Garantam a segurança escolar da professora Sarah Kolesnikova

Modelo de corpo do texto do e-mail:

Aos cuidados da diretora da Escola Estadual Dona Zalina Rolim;

Aos cuidados da dirigente da Diretoria de Ensino Leste-4 do Estado de São Paulo;

Tomei conhecimento de uma situação de violência e insegurança escolar ocorrendo na Escola Estadual Dona Zalina Rolim, na Zona Leste de São Paulo. O incidente teve início em 14 de junho deste ano, com um aluno ameaçando de sequestrar e queimar a professora Sarah Kolesnikova. Também estou ciente de que, apesar do absurdo da situação, de haver sido produzido Boletim de Ocorrência e de a docente estar tendo prejudicada sua saúde, nenhuma medida foi adotada para assegurar a vida e a segurança da professora, que continua tendo que ter contato diário com seu agressor.

Para piorar, também tomei conhecimento de que a direção pretende só agora, mais de dois meses depois, transferir o aluno agressor. Porém, quer transferir o mesmo para outra escola em que a professora Sarah trabalha!!! Isso revela um descaso com a segurança da docente, além da demora e inatividade já constatada pela morosidade em se tomar uma atitude adequada.

Essa situação é ainda mais inadmissível em um contexto e no mesmo ano em que uma onda de violência nas escolas se abateu sobre o Brasil. Lembro ainda que São Paulo foi um dos epicentros desse fenômeno e que esperava que o sistema educacional e seus gestores estivessem preparados para responder a essa situação. O caso da professora Sarah Kolesnikova mostra-se ainda mais absurdo porque se trata de um desastre anunciado, enquanto em outros casos de violência nas escolas as gestões escolares poderiam alegar surpresa e imprevisibilidade.

Diante disso, venho apelar para que o aluno autor das ameaças seja transferido urgentemente para uma escola diferente daquelas em que a professora Sarah Kolesnikova trabalha. Apelo também para que a diretora da Escola Estadual Dona Zalina Rolim e a dirigente da Diretoria de Ensino Leste-4 do Estado de São Paulo adotem as medidas necessárias para garantir a segurança da referida professora.

Atenciosamente,

[Nome] [Qualificação]