Download WordPress Themes, Happy Birthday Wishes
Charge de Carlos Latuff pisoteada pelo deputado Carlos Tadeu (PSL), na Câmara dos Deputados

Pela prisão e cassação do deputado racista Carlos Tadeu do PSL

Na terça-feira (19/11), na Câmara dos Deputados Federais, no momento em que acontecia no plenário a Sessão de Abertura da Semana da Consciência Negra, o deputado delegado Carlos Tadeu do PSL/SP, numa atitude típica dos policiais agressores e racistas, arrancou e pisou numa placa do cartunista Carlos Latuff, que era uma peça da exposição organizada pelo cerimonial da Câmara.

Foi um ato racista e violento do deputado que integra a Bancada da Bala na Câmara dos Deputados, reproduz o que acontece no dia a dia nos bairros periféricos e nas favelas. A violência praticada pelos aparatos de segurança do Estado, que cotidianamente ataca a população pobre e negra, principalmente a juventude.

E para piorar a situação, o deputado Daniel Silveira do PSL, o mesmo que arrancou a Placa de Marielle Franco, disse em seu pronunciamento que não se pode “atribuir à Polícia Militar do Rio de Janeiro as mortes porque um negrozinho bandidinho tem que ser perdoado”.

O Ato de violência praticado pelo deputado Carlos Tadeu do PSL/SP. Assim como o discurso do deputado Daniel Silveira do PSL, foram de racismo e precisam ser tratados como tal. O presidente da Câmara tenta contemporizar, porém não há como esconder os atos de racismo praticados pelos dois deputados.

O Movimento Negro Socialista repudia de forma veemente os atos racistas, e exige a cassação do mandato dos dois deputados racistas. Esta também deveria ser a posição de todos os deputados e deputadas que reivindicam a luta dos trabalhadores e jovens, pois é inadmissível que estas duas figuras abjetas permaneçam impunes.

Deixe Seu Comentário
x

Confira Também

Todo apoio à greve da educação no RS, unificar as lutas com “Fora Bolsonaro”

No dia 18 de novembro foi deflagrada a greve da educação pública no Rio Grande ...