Professores Comunistas (São Paulo)

Professores Comunistas SP

Solidariedade aos servidores ingressantes da prefeitura de SP: convocação imediata dos ingressantes

Mais uma vez, o prefeito Ricardo Nunes nos mostra o seu caráter marqueteiro e descompromissado com o serviço público e o atendimento à população. Em janeiro, o Nunes fez a divulgação em suas redes sociais da convocação de mais de 7 mil professores que passaram no último concurso da prefeitura. No processo de admissão, todos os ingressantes passam por uma perícia médica, que é feita por uma empresa contratada pela prefeitura. No entanto, essa empresa demonstra não estar preparada para receber a quantidade de professores ingressantes e monstra não compreender a legislação do serviço público municipal. Centenas de professores ingressantes estão sendo impactados por essa burocracia e desorganização.

Leia Mais »

Greve dos servidores municipais de São Paulo: unificar as lutas para alcançar a vitória

Os servidores municipais de São Paulo completam 18 dias de greve provando mais uma vez que essa categoria tem disposição de luta. O governo Ricardo Nunes (MDB), aliado de Bolsonaro, encerrou as negociações e encaminhou o projeto de lei da data base para Câmara Municipal, transferindo sua responsabilidade de administrar a vida profissional dos servidores.

Leia Mais »

Por escolas sem empresas! Retomar a luta pelo Revoga NEM!

O ano de 2024 começou intenso em diferentes frentes de luta. Na rede estadual paulista de ensino, o Secretário da Educação, Renato Feder, abriu o ano impondo a municipalização de 50 escolas estaduais (25 em 2024 e 25 em 2025), sem qualquer estudo ou análise disponibilizada às comunidades . Diversos professores foram praticamente expulsos das comunidades onde lecionavam há anos.

Leia Mais »