Transporte coletivo de Joinville: história e luta pela Tarifa Zero

A ação da burguesia local é a sabotagem e os ataques para precarizar o transporte público e manter a lucratividade na privatização. Na mesma lógica, ela se empenha contra todos os serviços públicos, diretamente, por meio das Organizações Sociais (OSs) ou terceirizações, buscando obter lucros a partir das necessidades básicas das pessoas. Mas a resposta que os comunistas dão é a luta em defesa de uma solução do ponto de vista dos trabalhadores e da juventude, para que estas camadas tenham acesso aos seus locais de trabalho, de estudo e de lazer. Ou seja, a luta pela Tarifa Zero e por uma empresa pública de transporte.

Leia Mais »

Greve das universidades e institutos: impasse entre governo e sindicatos

Os servidores técnico administrativos em educação (TAE) e docentes das universidades e institutos federais estão construindo uma greve nacional da educação federal. Reunidos na Fasubra, os TAEs das universidades deflagraram greve no dia 11 de março. Já os docentes e TAEs dos institutos federais, reunidos no Sinasefe, deflagraram dia 3 de abril. Os docentes das universidades, por meio do Andes, indicaram o início da greve para o dia 15 de abril.  As datas diferentes para início da greve já denunciam a política dos dirigentes dos trabalhadores e das organizações políticas que compõem a direção da Fasubra, Sinasefe e Andes. Essa ação do governo de dividir a pauta em diferentes mesas de negociação, aceita passivamente pelas entidades sindicais, é um crime contra os trabalhadores e uma tentativa de enfraquecer a mobilização.

Leia Mais »

Lutar contra as privatizações no Rio Grande do Sul

Desde a privatização da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), realizada pelo governo Leite (2019-2022), são inúmeros os exemplos de precarização do serviço, a qual começou pelas demissões de 50% dos trabalhadores da companhia, passando pela piora das condições de trabalho (o que levou à morte de três profissionais em serviço no ano passado), até o apagão que atingiu milhões de trabalhadores por uma semana em janeiro de 2024. 

Leia Mais »

Diretora exonera cargo no dia do aniversário de Barueri

A OCI recebeu o presente texto da Associação de Servidoras e Servidores de Barueri (ASSB). Após análise dos fatos relatados e constatando sua veracidade, entendemos a necessidade de auxiliar na divulgação dessa campanha, que é parte da luta do conjunto da classe trabalhadora. Assim, incentivamos a todos os nossos leitores e apoiadores a fazerem parte desta luta, contribuindo financeiramente e enviando as moções indicadas.

Leia Mais »

O golpe, a ditadura e o revisionismo acadêmico

Neste ano completam-se 60 anos do golpe que derrubou o governo João Goulart em 1964. O processo, encabeçado pela cúpula militar e apoiado por empresários e outros setores sociais, abriu as portas para a ditadura que perseguiu e assassinou críticos e opositores até a década de 1980. Contudo, ainda que as ações dos golpistas e dos ditadores sejam bastante evidentes e conhecidas pela sociedade, sempre geraram polêmicas e interpretações, que vão muito além do mero negacionismo desprovido de conteúdo de Jair Bolsonaro e seus seguidores.

Leia Mais »

Editorial