Foto: @offduds

A luta volta às ruas. É preciso derrubar Bolsonaro e o capitalismo!

Artigo publicado no jornal Foice&Martelo Especial nº 09, de 25 de junho de 2020. CONFIRA A EDIÇÃO COMPLETA.

Nas últimas semanas, as manifestações voltaram em todos os cantos do país. Mesmo que estejamos vivendo um momento de pandemia, a revolta e a vontade de lutar por melhores condições de vida, valorização da saúde pública,  combate ao racismo e pela derrubada do governo fez com que milhares de pessoas ocupassem as ruas. A Liberdade e Luta participou dos atos e organizamos blocos pelo “Fora Bolsonaro”.

As manifestações que aconteceram pelo país são reflexo das lutas que estão acontecendo no mundo. Nos EUA, milhares de pessoas ocuparam as ruas para combater o racismo que se expressa na violência policial e na desigualdade social imposta pelo capitalismo no mundo todo, inclusive no centro do império. O fato que levantou essas lutas foi a morte a sangue frio de George Floyd pela polícia em Minneapolis. Essa chama que se acendeu nos EUA agitou a revolta das pessoas e então se espalhou, chegando ao Brasil.

No Brasil, uma série de elementos que contribuíram para que as pessoas ocupassem as ruas novamente. Bolsonaro, em meio à pandemia da Covid-19, mostra o quão desprezível é seu governo, pois trata a vida das pessoas como se fossem apenas números e deixa claro que está aqui para governar em prol dos ricos. Hoje o número de mortes pelo coronavírus no país passa de 50 mil, o serviço público de saúde está destruído e o presidente diz que não pode fazer nada e nem milagres, considera o vírus uma “gripezinha” e não fornece nenhuma condição para que exista quarentena, tudo isso com um único interesse: garantir que não se reduza o lucro da burguesia, por mais que isto custe milhares de vidas.

Além disso, é um governo que exalta a polícia do país. Segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), a polícia brasileira mata três vezes mais negros (75,4% de homicídios). Ou seja, é um governo que glorifica uma das instituições mais racistas e assassinas que existem. A polícia não é nada mais, nada menos que o braço repressivo do Estado burguês e existe apenas para colocar medo e controlar a população e mirar suas armas para o povo negro e pobre.

É preciso ter coragem e lutar firmemente contra qualquer tipo de opressão, repressão e o descaso com a vida humana. A Liberdade e Luta continuará participando de todos os atos que estão acontecendo no país, organizados em blocos, seguindo as orientações de segurança e explicando onde for possível que somente o fim não só da polícia racista e do governo Bolsonaro, mas de todo o Estado burguês, é o caminho para garantir melhores condições de vida para todos. Afinal, um sistema que só se sustenta sobre a exploração de uma classe por outra e que se utilizou da escravidão de negros durante três séculos para concentrar riqueza na mão de poucos jamais garantirá que os povos possam viver plenamente. É preciso construir uma nova sociedade, justa e igualitária, onde a saúde e todas as condições de vida sejam garantidas e seguras para todos. Lute pelo socialismo!

Deixe Seu Comentário