Início / Documentos / Resoluções & Declarações / Nota de solidariedade à militante Taly Nayandra

Nota de solidariedade à militante Taly Nayandra

A Liberdade e Luta vem através dessa nota expressar seu apoio e solidariedade à militante da UJC, Taly Nayandra, covardemente detida e torturada por policiais militares em Manaus na madrugada do dia 25 de fevereiro.

Conforme seu relato, Taly e um grupo de militantes saíam de um bar no centro de Manaus quando foram surpreendidos por três pessoas não identificadas que fizeram disparos em sua direção.

Ao correrem para se proteger, o grupo passou a ser perseguido por uma viatura da polícia militar que também chegou atirando. Taly e outro militante que não quer se identificar foram detidos pelos atiradores (que não estavam uniformizados) e entregues aos policiais, que os levaram sob a alegação de que estavam pichando.

Ambos foram então levados à delegacia, onde foram separados e Taly passou a ser espancada e agredida verbalmente (entre outras coisas, por ser comunista) durante mais de uma hora, chegando a desmaiar em virtude dos golpes sofridos.

Após recuperar a consciência, Taly foi abandonada em uma rua do Bairro São Raimundo e ainda recebeu a ameaça de que se olhasse para trás  poderia receber um tiro.

Este novo episódio de violência vem nos lembrar como o estado capitalista e sua força policial tratam diariamente trabalhadoras e trabalhadores, assim como qualquer pessoa que dedique sua vida a lutar por um mundo sem opressões.

Além disso, o ocorrido se soma à série de represálias que os militantes do movimento contra a tarifa vêm sofrendo desde a manifestação na Câmara da última sexta-feira, quando seguranças à paisana e policiais do batalhão de choque agrediram os manifestantes com chutes, cassetetes e spray de pimenta.

Só teremos paz quando esse sistema e todo o seu aparato repressivo for colocado a baixo de uma vez por todas.

Desejamos força à Taly, sua família e camaradas de luta.

Abaixo a repressão!

Pelo fim da polícia militar!

Não ao aumento da tarifa!

Deixe seu comentário

Leia também...

Liberdade imediata para Jeferson Diego Gonçalves

Na madrugada de 26 de fevereiro, em pleno domingo de carnaval, o militante do MST …