Trabalhadores do Brasil em solidariedade aos companheiros do Paraguai

Uma comissão de militantes do Movimento das Fábricas Ocupadas e da Esquerda Marxista (que impulsionam a Campanha TMV) esteviram no Paraguai de abril até 03 de maio, acompanhando a virada na situação política do país com a eleição de Fernando Lugo presidente.
Na campanha, Lugo foi apoiado pelo Partido Movimento ao Socialismo (PMAS), pela central sindical CUT – Autêntica e pelos companheiros das fábricas ocupadas (Cerâmicas Cerro Guy e Itagua).
Infelizmente, esses companheiros não chegaram a ser eleitos como deputados e senadores, mas receberam uma expressiva votação e continuarão a luta por empregos, direitos e pela nacionalização sob controle operário do parque produtivo do Paraguai.
Essa vitória é mais um sinal do giro à esquerda que ocorre em toda a América Latina. Desde o México, passando pela Venezuela até o Uruguai, os trabalhadores se erguem contra a política econômica imperialista, que coloca o mundo à beira de uma crise enorme. Por isso, toda força ao povo do Paraguai!

Nossa participação
O camarada Alexandre, por exemplo, foi convidado pelo PMAS para ser Observador Internacional nas eleições, para ajudar a evitar fraudes, participar da campanha dos companheiros de lá e conhecer melhor a realidade do país.
Outros camaradas da Flaskô e de SC foram lá para participar da manifestação histórica de 1º de Maio (foto), dia de luta dos trabalhadores. Apesar da chuva e do forte frio, a nossa delegação disse que tudo correu bem e que os panfletos sobre as fábricas ocupadas tiveram grande aceitação.
No panfleto, os camaradas brasileiros se posicionaram pela revisão do injusto tratado da Hidrelétrica de Itaipu e pela repartição igualitária da energia e recursos gerados pela companhia.

Paraguaios participarão de atividades no Brasil
Além disso, no dia 02/05, foi feita uma reunião com os companheiros das fábricas ocupadas paraguaias para discutir como avançar a luta pela estatização lá e como ajudar a defender os empregos e o controle operário da Flaskô no Brasil.
Ficou praticamente acertado que os companheiros paraguaios venham participar da Conferência da Campanha Internacional “Tirem as Mãos da Venezuela”, dia 31/05, em São Paulo e também do Tribunal Popular para Julgar a Intervenção na Cipla e Interfibra, dias 27 e 28 de junho, em Joinville/SC.
É isso aí, se revolução avança em outros países, ajuda a impulsionar nossa luta aqui!

Deixe Seu Comentário