Arquivos de Tags: repressão

Intifada, Primavera Árabe e Gaza – o inverno chegará para o imperialismo

Neste texto buscamos explicar de forma reduzida um pouco da história que levou à situação atual. Deixamos de lado algumas partes que são suficientemente explicadas pela maioria da publicações existentes – a criação de Israel a partir de um acordo entre Stálin e EUA, com o armamento das milícias terroristas de judeus que expulsaram os palestinos de suas casas, vilas e propriedades rurais em 1948 (Nakba), a guerra de 1967 quando Israel atacou os países árabes e aumentou seu território ocupando Gaza, a Cisjordânia e as colinas de Golam, as sucessivas guerras e outros enfrentamentos militares. Passaremos ao ponto em que as massas interviram nas lutas – as Intifadas. Depois, fazemos uma revisão breve da Primavera Árabe e então voltamos aos palestinos e a situação atual, no Oriente Médio e no mundo.

Leia Mais »

Por que os comunistas defendem a Intifada até a vitória?

Os comunistas na Grã-Bretanha foram atacados pela imprensa reacionária pela utilização do nosso slogan, “Intifada até a vitória!”. Na tentativa de atravessar as mentiras e distorções, publicamos a nossa resposta que olha para a verdadeira herança das Intifadas, como uma fonte de lições e inspiração para revolucionários em todo o mundo.

Leia Mais »

Shostakovich, a consciência musical da Revolução Russa

Shostakovich nasceu em São Petersburgo, em 25 de setembro de 1906, e morreu em Moscou, no dia nove de agosto de 1975. Sua vida, por conseguinte, abrangeu a Revolução de Outubro, a guerra civil e as duas guerras mundiais, bem como os horrores do stalinismo, que mudou todo o curso de sua vida, assim como mudou o destino do país de Outubro, pisoteando as esperanças e os sonhos despertados pela Revolução Bolchevique. Tais eventos titânicos evocaram a música em escala equivalente e encontraram eco harmônico nas poderosas sinfonias de Shostakovich.

Leia Mais »

Todo apoio à mobilização dos estudantes da USP em resposta à repressão promovida pela diretoria da FFLCH/USP

Nós da Esquerda Marxista e da Liberdade e Luta nos colocamos em completo apoio às mobilizações e reivindicações dos estudantes da USP! Estes devem avançar em sua luta de maneira independente da Reitoria e dos Governos! Exigimos da Diretoria da FFLCH e da Reitoria da USP que os estudantes tenham suas liberdades democráticas garantidas! Abaixo a repressão! Todos em defesa da educação pública, gratuita e para todos!

Leia Mais »

50 anos do golpe de Pinochet no Chile: a derrota do reformismo

Há 50 anos, em 11 de setembro de 1973, ocorreu no Chile o Golpe de Estado contra o governo socialista de Salvador Allende. A eleição de Allende foi a primeira vez na história em que um candidato que se identificava como marxista chegou ao poder pela via eleitoral. Isso fomentou grandes ilusões entre os social-democratas de todo o mundo. No entanto, como presidente, Allende não conseguiu levar a revolução até sua conclusão. A contrarrevolução que se seguiu quando o General Pinochet e os militares – apoiados pelo imperialismo norte-americano – derrubaram o governo socialista de Salvador Allende foi implacável. O custo foi pago por milhões de trabalhadores chilenos. Neste artigo, recordamos este doloroso marco e recolhemos valiosas lições para o futuro da luta de classes.

Leia Mais »

A ocupação e o controle operário pelos Cordões Industriais na Revolução Chilena (1970-1973)

Em 11 de setembro completam-se 50 anos do golpe imperialista aplicado pelas Forças Armadas chilenas contra o governo reformista da Unidade Popular (UP) dirigido por Salvador Allende. Este trágico evento para o proletariado latino-americano precisa ser sempre recordado não apenas para honrar a memória dos que tombaram lutando por um novo mundo, mas também para aprendermos com o processo anterior ao golpe, a revolução chilena de 1970 a 1973.

Leia Mais »

Nota de solidariedade a Christopher Rocha

O presidente do núcleo amazonense da União da Juventude Socialista (UJS), Christopher Rocha, foi preso pela Polícia Federal dentro do campus da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) na tarde desta quinta-feira (10). Christopher estava protestando contra a palestra do representante de uma entidade sionista, convidado para participar de um simpósio organizado pela UFAM. Outras duas mulheres que participavam da manifestação foram agredidas pelos policiais.

Leia Mais »

Liberdade para Boris Kagarlitsky – mobilizar a solidariedade internacional!

O proeminente intelectual e acadêmico de esquerda russo Boris Kagarlitsky foi preso pelo serviço de segurança russo, o FSB, em 25 de julho, com base em uma investigação criminal contra ele por “justificar o terrorismo”. Ele foi transferido para Syktyvkar, capital da República de Komi, onde um tribunal decretou sua prisão preventiva. Ele pode permanecer preso até 24 de setembro.

Leia Mais »

Jujuy e os horrores do capitalismo: terrorismo de Estado, extrativismo e exploração

Durante as últimas semanas ficou evidente a face mais horrorosa da violência repressiva estatal na província de Jujuy, deixando a nu que a única resposta que o governo do radical Gerardo Morales, de seus sócios do Partido Justicialista, da maioria do Poder Legislativo e de um Poder Judiciário descomposto e corrupto podem oferecer às demandas populares é a repressão mais feroz, as prisões ilegais, a perseguição aos advogados que representam os encarcerados pelo regime, o medo e uma obscena e provocadora exibição de força.

Leia Mais »