Arquivos de Tags: professores

Suspensa a greve do magistério de SC: uma categoria gigante e uma direção sindical miúda

Os trabalhadores em educação de Santa Catarina encerram em 8 de maio uma greve de 15 dias, iniciada em 23 de abril. O Sinte, maior sindicato do estado, tem hoje uma base de 18 mil efetivos na ativa, 28 mil contratados em caráter temporário (ACTs) e 31 mil aposentados e pensionistas. Ou seja, um sindicato gigante, que representa um universo de 77 mil trabalhadores. Mas para além de falar do potencial dessa categoria em quantidade, é fundamental analisar a sua força e o seu potencial de luta. 

Leia Mais »

Deflagrar a greve por salário, direitos e liberdade de cátedra! Efetivação de todos os professores Categoria “O”! Fora Tarcísio!

A única forma de mobilizar os professores categoria "O" é o sindicato adotar a bandeira que pode resolver o seu problema: A luta pela efetivação e estabilidade, integração definitiva ao quadro de professores, com os direitos de qualquer professor efetivo.

Leia Mais »

Dia da Família na Escola é trabalho não remunerado na Educação de Santa Catarina

Todos os anos, a Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina (SED-SC) impõe uma data chamada de “Dia da Família na Escola”, que é realizada, por regra, em um sábado e tenta impor aos trabalhadores de educação o cumprimento de trabalho não remunerado no final de semana. Os trabalhadores de educação de Santa Catarina são uma categoria já calejada da arbitrariedade dos governos que se sucedem e que só fazem piorar a situação.

Leia Mais »

Solidariedade aos servidores ingressantes da prefeitura de SP: convocação imediata dos ingressantes

Mais uma vez, o prefeito Ricardo Nunes nos mostra o seu caráter marqueteiro e descompromissado com o serviço público e o atendimento à população. Em janeiro, o Nunes fez a divulgação em suas redes sociais da convocação de mais de 7 mil professores que passaram no último concurso da prefeitura. No processo de admissão, todos os ingressantes passam por uma perícia médica, que é feita por uma empresa contratada pela prefeitura. No entanto, essa empresa demonstra não estar preparada para receber a quantidade de professores ingressantes e monstra não compreender a legislação do serviço público municipal. Centenas de professores ingressantes estão sendo impactados por essa burocracia e desorganização.

Leia Mais »

Greve dos servidores municipais de São Paulo: unificar as lutas para alcançar a vitória

Os servidores municipais de São Paulo completam 18 dias de greve provando mais uma vez que essa categoria tem disposição de luta. O governo Ricardo Nunes (MDB), aliado de Bolsonaro, encerrou as negociações e encaminhou o projeto de lei da data base para Câmara Municipal, transferindo sua responsabilidade de administrar a vida profissional dos servidores.

Leia Mais »

A polêmica do “paralelismo sindical” na Apeoesp

No dia 23 de janeiro de 2024, aconteceu a primeira reunião do Conselho Estadual de Representantes (CER) da Apeoesp. O que era para ser uma reunião dedicada à organização da luta dos professores do estado de São Paulo, tornou-se o anúncio de uma campanha de perseguição aos setores de oposição à direção majoritária da categoria. A partir de uma acusação sobre o que chamam de “paralelismo sindical”, a direção da Apeoesp anuncia um início de ataque ao próprio direito das oposições existirem.

Leia Mais »

Continuar a luta pela revogação do NEM

O projeto de lei nº 5230/23, a resposta do governo Lula-Alckmin para a luta pela Revogação do Novo Ensino Médio (NEM), foi enviado ao Congresso Nacional no dia 24/10 em regime de urgência. Ao chegar no parlamento, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), entregou para Mendonça Filho (União Brasil – PE), então ministro da Educação de Michel Temer que organizou em 2017 a aprovação do famigerado NEM, a relatoria do projeto de lei enviado pelo governo federal, que buscava alterar aspectos importantes do NEM.

Leia Mais »

Aos companheiros que constroem a oposição sindical do Sinte/SC: a questão da proporcionalidade

Nós da Corrente Sindical Esquerda Marxista, agora Organização Comunista Internacionalista (OCI), somos contra a proporcionalidade no Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (Sinte/SC). Temos acordo com a proporcionalidade em entidades representativas, que têm como função unificar todas as categorias da nossa classe, a exemplo da CUT. No entanto, esse não é o caso do Sinte e de nenhum outro sindicato de base que elege a direção da entidade no voto direto. Os dirigentes do sindicato de base precisam estar cotidianamente em contato com sua categoria, ser reconhecidos, cobrados, mantidos ou substituídos a qualquer tempo!

Leia Mais »

A resposta de Lula para o NEM: a luta não acabou!

O Ministério da Educação (MEC) encaminhou na sexta-feira (22) para a Casa Civil uma resposta à mobilização dos trabalhadores em educação, estudantes secundaristas e toda a sociedade em luta contra o Novo Ensino Médio (NEM). Apesar do Governo Lula-Alckmin afirmar ao longo do ano que não revogaria o maior ataque da história ao ensino público, gratuito e para todos no país, a pressão da classe trabalhadora obrigou modificações ao NEM.

Leia Mais »