Arquivos de Tags: PL

Deflagrar a greve por salário, direitos e liberdade de cátedra! Efetivação de todos os professores Categoria “O”! Fora Tarcísio!

A única forma de mobilizar os professores categoria "O" é o sindicato adotar a bandeira que pode resolver o seu problema: A luta pela efetivação e estabilidade, integração definitiva ao quadro de professores, com os direitos de qualquer professor efetivo.

Leia Mais »

Nove dias de greve do magistério catarinense: avaliação, lições e rumos

Hoje, 1º de Maio, Dia Internacional de Luta da Classe Trabalhadora, completam-se nove dias de greve do magistério catarinense. Ontem, essa categoria realizou um dos maiores atos da sua história, em Florianópolis, com a participação de mais de 7 mil trabalhadores de todo o estado. Isso mesmo diante do mais alto nível de assédio moral já sofrido pelos profissionais da educação de Santa Catarina. A Corrente Sindical da OCI constroi a greve desde o primeiro momento. Ontem, participou do ato em Florianópolis e, como força reconhecida da categoria, elabora aqui uma avaliação, com as lições e possíveis rumos do movimento.

Leia Mais »

Greves dos servidores públicos marcadas pela disposição de luta dos trabalhadores e adaptação das direções

Em 2024, os primeiros meses dos servidores públicos estão marcados pela mobilização de diversas categorias. As pautas levantadas estão ligadas à reposição das perdas salariais, reajuste e defesa dos salários ou pela existência dos planos de carreira e contra os avanços de políticas privatistas como a terceirização, imposição de plataformas digitais e de outros tipos de Parcerias Públicos-Privadas (PPPs).

Leia Mais »

Tarcísio prepara parceria público-privada na gestão das escolas estaduais de SP

Em mais um violento ataque à educação pública, o governador de São Paulo Tarcísio de Freitas (Republicanos) anunciou a abertura de 33 novas escolas estaduais no estado, que serão construídas especificamente para serem entregues à iniciativa privada. Empresas interessadas disputarão um leilão em novembro deste ano para assumir a gestão dessas novas unidades de ensino.

Leia Mais »

Dia da Família na Escola é trabalho não remunerado na Educação de Santa Catarina

Todos os anos, a Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina (SED-SC) impõe uma data chamada de “Dia da Família na Escola”, que é realizada, por regra, em um sábado e tenta impor aos trabalhadores de educação o cumprimento de trabalho não remunerado no final de semana. Os trabalhadores de educação de Santa Catarina são uma categoria já calejada da arbitrariedade dos governos que se sucedem e que só fazem piorar a situação.

Leia Mais »

Eleições para diretores escolares: uma farsa aprimorada

Nos dias 3 e 4 de dezembro ocorreram em todas as escolas da rede estadual de educação de Santa Catarina eleições para a escolha dos diretores escolares. Nessas eleições, votaram os trabalhadores em educação, estudantes e pais de estudantes. Os diretores “eleitos” terão mandato de três anos para o exercício da função.

Leia Mais »

É uma guerra de classes! Frente Única contra o governo Tarcísio já!

Em meio a cassetetes e bombas de gás lacrimogêneo foi aprovada ontem (06/12) na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) a privatização da Sabesp. A tropa de choque foi acionada para esvaziar o plenário, e o que se seguiu foi uma repressão violenta deixando dezenas de feridos e detidos. Logo …

Leia Mais »

Abaixo a censura nas escolas catarinenses

No dia 7 de novembro, os educadores catarinenses foram surpreendidos por um ofício da Coordenadoria Regional de Florianópolis determinando a censura de livros na rede estadual. Na lista se encontram nove obras, entre as quais best-sellers juvenis e até algumas já consagradas da literatura, como o célebre Laranja Mecânica, do conservador britânico Anthony Burgess. Um ataque brutal não só aos educadores, mas ao conjunto da classe trabalhadora e da juventude que está sendo cerceada do acesso ao conhecimento que a humanidade acumulou.

Leia Mais »

A luta contra a privatização da CPTM e o combate dos marxistas

Em todo o mundo, a burguesia busca descarregar o peso da crise do capital sobre as costas da juventude e da classe trabalhadora. Como resultado, vimos uma onda de ataques semelhantes em diversos países: reformas trabalhistas, privatizações, reformas da previdência etc. É nesse contexto que se desenvolve o combate entre Tarcísio de Freitas (Republicanos) e a classe trabalhadora em São Paulo. No período de crise, as privatizações são uma das formas da classe dominante de retomar em suas mãos uma parte maior da riqueza social. O salário indireto na forma de serviços públicos que o Estado burguês é obrigado a ofertar em diferentes medidas no desenrolar da luta de classes.

Leia Mais »