Arquivos de Tags: Palestina Livre

O estrangulamento econômico do povo palestino

Embora todos os principais líderes das potências imperialistas, de Biden a Scholz e Macron, entre muitos outros, tenham derramado lágrimas de crocodilo sobre o “excessivo número de mortes civis” em Gaza, na prática, todos eles estão colaborando com o governo israelense.

Leia Mais »

Aaron Bushnell: um ato que expressa a ira e a frustração de milhões

Aaron Bushnell, membro do ativo da Força Aérea dos Estados Unidos, ateou fogo a si mesmo, no dia 26 de fevereiro, em frente à embaixada israelense em Washington, protestando contra a cumplicidade do imperialismo norte-americano com a guerra em Gaza. A notícia deste corajoso ato de autossacrifício cometido solitariamente por um homem ecoou poderosamente nos corações de centenas de milhares de pessoas.

Leia Mais »

A ofensiva contra Rafah: a faísca que poderia incendiar o Oriente Médio

Netanyahu está levando sua guerra a um outro nível. Ele está em uma posição na qual sabe que não pode recuar se quiser permanecer no cargo. E, no entanto, as suas ações ameaçam desestabilizar todo o Oriente Médio, com o risco real de generalizar a guerra. A revolução também está espreitando todos os regimes da região à medida que a ira das massas é levada a níveis cada vez maiores. O próximo ato trágico, o bombardeamento massivo e a invasão terrestre de Rafah, poderá revelar-se o ponto de virada.

Leia Mais »

Lula percebe o sentimento das massas e condena o massacre sionista em Gaza

A burguesia está em polvorosa. Lula foi declarado persona non grata por Netanyahu após afirmar que o genocídio palestino promovido por Israel é sem precedentes na história, com exceção, de acordo com Lula, do momento em que “Hitler resolveu matar os judeus”. A crise instaurada no Itamaraty é acompanhada de perto pela grande imprensa, porta-voz da classe dominante, que defende descaradamente o Estado sionista de Israel, mente e distorce as informações sobre esse massacre a todo o momento. Mas, o que motivou essa declaração de Lula?

Leia Mais »

Palestina: a ameaça de uma segunda Nakba

O bombardeio brutal da Cidade de Gaza, com um enorme número de mortos – bem mais dos 11 mil oficialmente registrados até agora, com mais 3 mil desaparecidos – e a destruição maciça de infraestruturas, o bombardeio de hospitais, escolas, campos de refugiados, o ataque a ambulâncias e ao pessoal de serviços médicos, tudo isso realça a barbárie do ataque do exército israelense ao povo palestino.

Leia Mais »

Exigir de Lula a ruptura das relações com Israel

O massacre de palestinos na Faixa de Gaza continua, já são mais de 12 mil mortos, dentre estes, mais de 5 mil crianças! Além dos que estão desaparecidos e feridos. É um genocídio em curso perpetrado pelo Estado sionista de Israel, apoiado, armado e financiado pelo imperialismo norte-americano. Lula fala em paz e declara em discurso que o Estado israelense também está cometendo atos de terrorismo. Mas reuniu-se em 16/11 com o presidente de Israel, Isaac Herzog, e mantém as relações diplomáticas e comerciais com o Estado sionista, assim como o acordo militar Brasil-Israel firmado por Bolsonaro.

Leia Mais »

Israel-Palestina: não à invasão de Gaza! Fim da ocupação!

O ataque do Hamas a Israel ontem (7/10) foi um choque, apanhando de surpresa a inteligência e o establishment militar israelense, mas não deveria nos surpreender nem um pouco. É a consequência direta da escalada da repressão violenta contra os palestinos promovida por Netanyahu, que lidera o governo mais reacionário da história de Israel.

Leia Mais »

Há 13 anos, o massacre de Gaza

O conflito entre Israel e Palestina possui implicações históricas já apresentadas em diversos artigos da Esquerda Marxista e da Corrente Marxista Internacional, onde expressamos a posição revolucionária para mais este caso da barbárie capitalista. Dentre estas análises, indico um artigo de fevereiro de 2020 que esclarece a questão do Estado …

Leia Mais »

Libertação dos 5 presos e fim da prisão administrativa

Cinco palestinos detidos em cárceres israelenses entraram em greve de fome há mais de 39 dias: Nidal Abu Aker, Ghassan Zawahra, Shadi Ma’ali, Munir Abu Sharar e Badr al-Ruzza. Os cinco estão sob detenção administrativa, prática baseada numa lei da época do Mandato Britânico na Palestina (1920-1948) que vem sendo aplicada desde 1945. …

Leia Mais »

Forças israelenses atacam escritório da Associação Addameer de Defesa dos Presos Palestinos

  As forças de defesa israelenses invadiram o escritório da Associação Addamer de Defesa aos Presos Palestinos e aos Direitos Humanos e levaram três palestinos da organização durante a madrugada desta terça-feira (11) às 3h em Ramallah.

Leia Mais »