Arquivos de Tags: educação

Sinte tenta boicotar credenciamento de delegado no 14º CECUT

Nesta sexta-feira (1º/9) e sábado (2/9) acontece em Florianópolis o 14º Congresso Estadual da CUT (CECUT). A Corrente Sindical Esquerda Marxista (CSEM) participa com uma delegação de trabalhadores da Prefeitura de Joinville, da rede estadual de educação e da Companhia Águas de Joinville. A preparação para este evento, que antecede o Congresso Nacional da CUT, começou em maio com a tirada de delegados nas bases dos sindicatos filiados à Central. Tal foi nossa surpresa quando, na manhã desta sexta, o professor Maciel Frigoto, delegado da CSEM pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (Sinte) foi impedido de se credenciar como delegado. A situação impediu o delegado de participar de boa parte do congresso e só foi resolvida próximo às 17 horas deste primeiro dia, após muitos protestos.

Leia Mais »

Não aceitamos os resultados da Consulta Pública – Lula, revogue o Novo Ensino Médio!

O Sumário da Consulta Pública foi apresentado pelo Ministério da Educação (MEC) no dia 07 de agosto. Este sumário confirma nossa análise anterior, de que o objetivo do governo com a consulta era apresentar uma reforma dentro da reforma, legitimada pela participação da “comunidade escolar” e de “especialistas”, mantendo o central do ataque: a destruição da escola pública por meio da privatização. Neste artigo, vamos analisar as mudanças propostas pelo MEC e os problemas fundamentais que elas apontam, bem como as lacunas que não estão previstas nas propostas de mudança e que permanecem com a manutenção “ajustada” do NEM.

Leia Mais »

A hora-atividade é um direito e não uma moeda de troca!

A Portaria nº 1885, de 17/07/2023, da Secretaria de Educação do Estado de Santa Catarina, regulamenta o cumprimento da hora-atividade dos professores da rede estadual, temporariamente. De acordo com a nova ordem, o cumprimento da hora-atividade poderá ser de forma remota. Assustadoramente comemorada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (Sinte/SC), a Portaria apresenta várias irregularidades e está organizada para aumentar ainda mais o assédio moral já sofrido pelos trabalhadores da educação. 

Leia Mais »

Rompimento de contratos, privatização e pessoalidade na Educação Catarinense

A Corrente Sindical Esquerda Marxista denuncia a pessoalidade do serviço público na Educação Catarinense com a anuência da gerência de educação. Exigimos uma ação imediata e contundente do Sinte, não aceitamos que os professores ACTs sejam assediados e ameaçados de perder a vaga por conta do “desejo” dos diretores escolares. A ordem de chamada deve ser respeitada e a preferência de permanência na escola do primeiro semestre garantida.

Leia Mais »

Insegurança escolar e perseguição política: campanha “Em Defesa da Vida da Profª Mara” entra em nova fase

A campanha “Em Defesa da Vida da Profª Mara” está entrando em uma nova fase a partir deste mês de julho. O motivo são os novos ataques que a docente Mara Cristina Gonçalves da Silva passou a sofrer no primeiro semestre deste ano, na escola em que trabalha, a ETEC de Franco da Rocha, na região metropolitana de São Paulo. Diante disso, chamamos todos aqueles que defendem a liberdade e a democracia a se solidarizar e apoiar essa iniciativa.

Leia Mais »

PL 2601/23 é pela Revogação do Novo Ensino Médio. Entenda e conheça nossa posição

A revolta contra o Novo Ensino Médio (NEM) existe e continua indignando estudantes e trabalhadores em educação em todo o país.  Ao mesmo tempo, junto com essa indignação operam, por um lado, a Consulta Pública e, por outro, a traição das direções do movimento estudantil e sindicais. Agora, uma nova frente de discussão se abre em torno do Projeto de Lei (PL) 2601/23, que nós consideramos o PL da Revogação do NEM

Leia Mais »

O que é a “Universidade Gratuita” do Governo Jorginho Mello?

Durante a campanha eleitoral de 2022 a enxurrada de mentiras bolsonaristas inundaram as propagandas de televisão, rádio e internet. Em Santa Catarina, os apoiadores do ex-presidente passaram por um racha ao longo dos quatro anos de mandato, distanciando-se do então governador eleito no oportunismo de 2018, Carlos Moisés (Republicanos), e aproximando-se de uma velha raposa catarinense, o ex-senador da República, Jorginho Mello (PL).  Eleito governador no segundo turno contra o petista Décio Lima, sua campanha seguiu a linha reacionária de Bolsonaro com o acréscimo oportunista e falacioso da “Universidade Gratuita”, vendendo a ilusão para a classe trabalhadora que seus filhos poderiam cursar o ensino superior sem custos. Desde o início, um projeto nebuloso, atrapalhado e que demorou para chegar às vias da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc).

Leia Mais »

A greve e o Congresso do Sepe no Rio de Janeiro

Professores da rede estadual do Rio de Janeiro estão em greve desde o dia 17 de maio. As assembleias têm sido cheias e as manifestações nas ruas, vibrantes. Reivindicam o pagamento do piso para todos os profissionais, o cumprimento do plano de carreira e a revogação da Reforma do Ensino Médio.

Leia Mais »

A farsa da Consulta Pública e a continuidade da luta pela revogação do Novo Ensino Médio

A crescente revolta dos estudantes contra o Novo Ensino Médio (NEM) forçou movimentações por parte das organizações estudantis e sindicais, bem como do governo Lula-Alckimin. Embora essa revolta esteja em um momento de espera desde o início da Consulta Pública, é certo que ela não deixou de existir. É preciso um balanço do que fizemos até aqui, da postura das direções estudantis e sindicais, das táticas do governo e como seguir a luta pela revogação durante e para além da Consulta Pública.

Leia Mais »