Arquivos de Tags: América Latina

5ª Escola Marxista Panamericana da CMI: reivindicamos a bandeira do comunismo revolucionário!

De 30 de novembro a 3 de dezembro de 2023, 110 camaradas da Corrente Marxista Internacional (CMI) reuniram-se na Cidade do México. Os países representados foram Brasil, Peru, Venezuela, Colômbia, El Salvador, Bolívia, Argentina, Chile, Cuba, EUA, Canadá e México (com camaradas de Monterrey, Sonora, San Luis Potosí, Oaxaca, Querétaro, Yucatan, Veracruz, Puebla, Estado do México e Cidade do México); bem como representantes da liderança internacional da CMI e convidados da Suíça, Suécia e Itália.

Leia Mais »

Conflito Venezuela-Guiana: por uma posição internacionalista!

No dia 3 de dezembro, foi realizado na Venezuela um referendo público consultivo, convocado pela Assembleia Nacional, sobre a disputa territorial da região de Essequibo, na Guiana. A escalada do conflito nesta região tem implicações profundamente reacionárias para ambos os povos. É imperativo que os comunistas adotem uma posição internacionalista.

Leia Mais »

Argentina: vitória do candidato de extrema direita, Milei, revela crise do regime burguês

O candidato "libertário" de extrema direita, Javier Milei, venceu o segundo turno das eleições presidenciais na Argentina com quase 56% dos votos, derrotando o candidato peronista Massa (que obteve 44%), ministro das Finanças cessante do país que renovou um acordo com o FMI e prometeu um governo de unidade nacional.

Leia Mais »

Colômbia: que caminho seguir para a presidência de Petro?

Nas últimas semanas, houve uma crescente ofensiva da classe dominante colombiana contra o governo de Gustavo Petro. Alguns chegaram a falar do risco de um golpe, como o que derrubou Pedro Castillo no Peru, em dezembro do ano passado. Em 7 de junho, milhares de trabalhadores, camponeses e jovens saíram às ruas para defender as reformas propostas por Petro.

Leia Mais »

A segunda “onda progressista” da América Latina: primeiro como tragédia, depois como farsa

A eleição de Lula, no Brasil, e de Petro, na Colômbia, em 2022, aumentou o ruído na mídia e nos círculos de esquerda sobre uma segunda “maré rosa” na América Latina. Essa é uma referência à onda de governos ditos “progressistas’ que governaram por vários anos, em vários países do continente, entre 1998-2015. Talvez seja mais apropriado descrever esses governos como uma maré “rosa”, pois certamente estão longe de serem “vermelhos” socialistas. É preciso examinar o caráter dessa primeira onda, os motivos que permitiram que ela durasse tanto, porque chegou ao fim, e as diferentes condições enfrentadas por esta nova onda.

Leia Mais »

#44 Sangue e Ouro: a conquista espanhola das Américas

Como foi a conquista espanhola das Américas? Quais as suas consequências? No que marca o lançamento da Revista América Socialista – Em Defesa do Marxismo nº 22, André Mainardi e Marcelo Pancher fazem uma apresentação, em linhas gerais, do artigo “Sangue e Ouro” dos camaradas Jorge Martin e Ubaldo Oropeza.

Leia Mais »

A revolta no Equador marca o início do século 21

No começo do século, em janeiro de 2000, os trabalhadores equatorianos, por meio do Parlamento dos Povos, derrubaram o governo e colocaram na ordem do dia a possibilidade de tomada do poder. O texto que segue mostra em detalhes como se deu esse processo revolucionário, que por pouco não derrubou as instituições da democracia burguesa, colocando na ordem do dia a possibilidade de tomada do poder.

Leia Mais »

Eleições no Equador: O banqueiro Lasso apostou alto e perdeu

Os equatorianos foram às urnas no domingo passado, dia 05 de fevereiro, para as eleições municipais e para votar em um referendo de oito perguntas convocado pelo presidente banqueiro Guillermo Lasso. O partido de Lasso saiu das eleições municipais completamente derrotado e o voto SIM, defendido por Lasso, perdeu em …

Leia Mais »

Peru: a enorme marcha sobre Lima e a greve nacional põem Dina Boluarte contra as cordas

Vieram de todo o país: do sul e do norte; das regiões costeiras e da selva amazônica, muitos falantes de aimará e quíchua; operários, camponeses e jovens estudantis; todos unidos em Lima com um objetivo – derrubar a presidente ilegítima Dina Boluarte, que assumiu o cargo após o golpe de …

Leia Mais »