Imagem: Ricardo Wolffenbüttel, Secom

Nota pública sobre atraso de salário dos ACT em Santa Catarina

Nós, Trabalhadores em Educação da Rede Estadual de Ensino de SC, indignados com a falta de salário dos professores em regime de contratação (ACT), denunciamos:

  1. O governo do Estado de SC, depois de um processo seletivo truculento e do atraso em todas as contratações informou, através do departamento de RH da educação, que dezenas, centenas, quiçá milhares de professores ficarão sem salário referente ao mês de fevereiro e que somente no final de março, data do próximo salário, será normalizado o pagamento, pois, ainda segundo o setor de RH, não há tempo hábil de impressão para uma nova folha de pagamento.
  2. Assinalamos que este é um erro irreparável, pois lida com a renda para alimentação, para a luz, a água, ou seja, com a sobrevivência de cada um desses servidores, inclusive com as condições para chegar ao local de trabalho.
  3. Outro fator a ser observado é que, quando forem pagos os salários, serão de forma cumulativas, o que gera descontos indevidos, portanto, redução de salário. Além disso, os servidores arcarão com os juros de todas as contas que deixarão de pagar em razão do atraso.

Somos professores, trabalhadores em educação, mães e pais de família, exigimos respeito e o imediato pagamento dos nossos salários.

Se não houver solidariedade em nossa categoria, entre os diretamente prejudicados ou não, nada será mudado e descasos como esse nunca cessarão de acontecer!

Deixe Seu Comentário