Nacionalização da empresa de lacticínios “Los Andes” – um passo na direcção certa

Repetindo as tácticas da burguesia chilena, a oligarquia Venezuelana tem andado (desde finais do ano passado) a provocar a sabotagem, açambarcamento e consequentes racionamentos dos produtos básicos alimentares. O seu objectivo? Fomentar a revolta contra o governo Chavez, responsabilizando-o pelo “caos” que provocam… Assim foi no Chile, assim não o será na Veenzuela!

Esta sabotagem activa da oligarquia venezuelana contra o processo revolucionário tem sido tão intensa que, inclusivé, obrigou o governo a adpotar medidas desesperadas de importação de produtos alimentares. Por fortuna, os cofres do Estado Venezuelano têm estado bem guarnecidos pela alta de preços do petróleo e assim se tem podido fazer face à situação…

Todavia, não deixa de ser preocupante que, após 9 anos de revolução, um sector estratégico do país continue nas mãos da oligarquia…. Mais! Torna-se escandalosa a gestão burguesa da terra e da indústria alimentar, pois apesar de todos os incentivos e medidas para alcançar a auto-suficiência alimentar, a situação é de escassez e racionamento!!!

A medida agora anunciada, irá permitir que até 40% da produção de leite esteja em mãos públicas – já não privadas! Significa também, uma mudança na linha do governo venezuelano e o reconhecimento tácito que a conciliação com a oligarquia (que a ala direita do chavismo exigiu após a derrota do referendo) é impossível!

Embora não se trate de uma expropriação, mas de uma aquisição… a nacionalização dos lacticínios “Los Andes” veio acompanhada de outras aquisições de empresas do ramo alimentar como a Centro de Almacenes Congelados.

Embora insuficiente, esta é uma medida positiva e daqui a saudamos!

Avante com a Reforma Agrária!
Nacionalização da Indústria Alimentar sob controlo operário!
Pela Planificação democrática dos Recursos!

Notícia integral em http://venezuela.elmilitante.org/content/view/6094/

Deixe Seu Comentário