MPS participa de ato em solidariedade a Mariana Ferrer em Cascavel

No último domingo (08/11), o movimento Mulheres pelo Socialismo, a Esquerda Marxista e o Comitê de Ação pelo Fora Bolsonaro de Cascavel-PR estiveram presentes no ato convocado pela juventude e por estudantes cascavelenses “contra a cultura do estupro” e por “justiça a Mariana Ferrer”.

O ato ocorreu no centro da cidade, no calçadão em frente à Catedral e contou com a participação de vários coletivos de mulheres, que se revezaram em falas no microfone e megafone para denunciar a violência contra mulheres, recitar poesias de resistência, exigir justiça para Mariana Ferrer. Homenagens às mulheres vítimas da violência foram feitas, entre elas a homenagem à Marielle Franco, com o grito de guerra: “Marielle presente, seu assassino é amigo do presidente!”, que se encerrou e se seguiu com um forte e enérgico “Fora Bolsonaro!”.

O movimento Mulheres pelo Socialismo (MPS), através de panfletos, buscou apresentar seu posicionamento em relação à Justiça burguesa e porque as mulheres não podem esperar nenhuma justiça vinda do Estado capitalista. Como explicaram Marx e Engels no célebre Manifesto Comunista, o Estado nada mais é do que um comitê para gerir os negócios comuns de toda a classe burguesa. O caso de Mariana Ferrer só faz comprovar esta máxima na sua forma mais cruel e bárbara. Neste sentido, o que o MPS procura alertar as mulheres e jovens trabalhadoras de que o Estado não existe para “garantir a justiça entre os homens” ou ainda, “entre homens e mulheres”, mas sim para manter e legitimar as injustiças, a opressão e o domínio de uma classe sobre a outra, ou seja, da burguesia sobre os trabalhadores.

  • Nenhuma confiança na justiça burguesa!
  • Reverter a decisão nas ruas!
  • Prisão para todos os estupradores e apologistas do estupro!
  • Fora Bolsonaro! Por um governo dos trabalhadores sem patrões nem generais!
Deixe Seu Comentário