Lula insiste em estar junto da candidata do PP em Campina Grande

 

Na foto companheiros do PT reunidos para delibararem se aceitavam ou não se juntarem ao PP: a resposta foi não!

No dia 21 o Estadão divulgou que: “Com apoio do PT nacional e estadual, a coligação encabeçada pelo PP de Campina Grande (PB) vai recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba contra decisão do juiz Ruy Jander, que mandou tirar da propaganda gratuita na TV a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pedindo votos para a candidata a prefeita Daniella Ribeiro (PP)”.

Cabe lembrar que o diretório municipal de Campina Grande se recusou a aceitar a aliança com o PP e aprovou a candidatura do petista Alexandre Almeida para concorrer à Prefeitura e entrou com recurso na Justiça Eleitoral para garantir tal decisão.

Lula gravou programa apoiando a candidata do PP, Daniella Ribeiro. Os petistas de Campina Grande corretamente se rebelaram contra isso e estão mantendo a candidatura de Alexandre.

Ao que parece segue a sanha destruidora do PT por parte da maioria da direção do partido. A democracia interna vem sendo sistematicamente pisoteada em nome da política de colaboração de classes. Maluf e a burguesia agradecem.

Ao se aproximarem as eleições e pretendendo cada vez mais levar as coligações com a burguesia a níveis extremos, a direção do partido ignora as decisões da base e com isso imporá ao PT amargas derrotas nas eleições. Reafirmamos o que a Esquerda Marxista escreveu em sua nota política de 12 de setembro: “A política de colaboração de classes adotada pela direção do Partido dos Trabalhadores tem construído o cenário de uma derrota eleitoral nas principais capitais do país. Essa política coordenada por Lula e Zé Dirceu conduz o PT e a sua base militante à apatia e desmoralização, abrindo caminho para o fortalecimento da burguesia”. Ler a íntegra da nota em:

https://marxismo.org.br/?q=content/pol%C3%ADtica-de-alian%C3%A7as-da-dire%C3%A7%C3%A3o-do-pt-e-de-lula-est%C3%A1-levando-o-partido-%C3%A0-derrota

Ou a base do PT reage, ou os sinceros militantes e dirigentes reagem, ou teremos em breve um PTMDBPPPPSB e até quem sabe um PTMDBPPPSBPSDB, o sonho de muitos dos defensores da aliança de classes de dentro e de fora do partido.

Petista que é petista não vota em candidato burguês!

Romper com a burguesia, em defesa do PT!

Toda força aos petistas que estão resistindo em Campina Grande e em todo o Brasil contra a colaboração de classes, a eles nossa solidariedade!

Deixe Seu Comentário