Lei de Segurança Global agita protestos em toda França

Artigo publicado no jornal Foice&Martelo Especial nº 21, de 10 de dezembro de 2020. CONFIRA A EDIÇÃO COMPLETA.

Novembro se encerrou deixando um rastro de pólvora para o último mês de 2020 na França. Com amplas manifestações em todo o país, o Projeto de Lei de “Segurança Global”, promovido pelo partido do presidente Emmanuel Macron, La Republique en Marche (LREM), foi fortemente combatido, sobretudo após divulgações de imagens de abuso e de violência policiais contra trabalhadores.

O projeto, aprovado na Assembleia Nacional em 24 de novembro, já tinha acendido protestos em diversas cidades uma semana antes, quando começou ser debatido na casa. O texto, que a princípio diz buscar a integração de esforços das diversas forças de segurança e proteção de seus agentes, na realidade, abre mais brechas para uma atuação brutal e racista — característica da atuação da polícia francesa — ao ampliar as formas de vigilância, expandir os poderes dos agentes e inibir o registro de imagem destes no exercício de suas funções.

EXCLUSIVO PARA ASSINANTES. CONTINUE LENDO.

Deixe Seu Comentário