Download WordPress Themes, Happy Birthday Wishes
Manifestação no Chile. Foto: Javier Torres

Instabilidade e revoluções marcam situação mundial

Em diversos países do mundo a juventude e a classe trabalhadora estão se levantando contra o sistema! O capitalismo está aplicando uma receita de austeridade ao redor do mundo e isso está levantando todo o povo em diversos países. Nas últimas semanas e meses, muitos foram os levantes revolucionários: Honduras, Sudão, Argélia, Hong Kong, Equador, Haiti, Chile, Uruguai, Catalunha, Líbano, Iraque, Libéria, Colômbia e Panamá.

O que levou a tantas explosões revolucionárias?

O sistema capitalista está nos levando para uma nova crise, os sinais são evidentes. O que significa crise para a classe trabalhadora nada mais é do que a tentativa da burguesia de ‘‘reajustar’’ o mercado, colocando a conta nas costas dos pobres para aumentar ainda mais os lucros. Aumentar a intensidade e prolongar as jornadas de trabalho, através de um ritmo mais acelerado e/ou aplicar reformas da previdência; cortar os salários indiretos (privatizar ou aumentar tarifas nos serviços públicos e gratuitos); aumentar a quantidade de desempregados, reduzir os salários. Essas, entre outras, são as formas do imperialismo de fazer os trabalhadores pagarem pela crise. Ao mesmo tempo, essa crise, que não foi resolvida em 2008, agora está sendo novamente alimentada, através da especulação, da formação de bolhas ainda maiores, tudo isso devido a busca por lucros ainda maiores.

As bolhas imobiliárias, a especulação nas bolsas de valores, as aplicações financeiras, os títulos públicos… estão baseados no que Marx chamou de capital portador de juros, o capital que produz lucro, sem nada produtivo gerar.

A forma que o capitalismo encontrou para ‘resolver’ a crise em 2008 foi através do crédito, que nada mais é do que capital acrescido de juros, mas, principalmente, através do quantitative easing (dinheiro eletrônico que não está impresso). Isso não só não resolveu a crise, como liberou capital para pessoas e empresas que não podiam pagar. E isso está sendo feito novamente agora… Portanto, a crise que virá será ainda mais profunda e mais dura para a classe trabalhadora. Uma guerra está sendo aberta pela burguesia e pelo sistema capitalista, pois essas medidas só podem levar ao acirramento da luta de classes e a que milhões comecem a se mobilizar!

O copo vai enchendo até transbordar

Necessitam atacar nossas condições de vida, de trabalho e estudo. É por isso que as pessoas estão saindo às ruas, não aguentam mais viver com tamanha humilhação, opressão e exploração. O copo está cheio e pequenas gotas são suficientes para o transbordamento! No Chile, o que levou as pessoas às ruas foi o aumento do transporte público em 30 pesos. No Equador, um pacote de austeridade com o corte do subsídio de combustíveis, aumentando os preços aos trabalhadores, ataque aos os servidores federais, redução das férias etc. No Líbano, uma cobrança nas chamadas de WhatsApp!

Mas não é que o povo se levante por questões pequenas. Elas são a última gota para quem não suporta mais o sistema! Estão cansados de tanto sofrimento: guerras e refugiados, crise e desemprego, as queimadas, o desmatamento, o vazamento de óleo em nossas praias sem que ninguém faça nada! Tudo isso representa um ataque às nossas condições de vida, trabalho e estudo, ao patrimônio da humanidade, ao nosso futuro!

No mundo inteiro, os trabalhadores e jovens estão buscando uma saída contra o horror capitalista e se manifestam, fazem greve, tomam parlamentos, derrubam ditadores. O que falta em todas essas revoluções maravilhosas da juventude e dos trabalhadores é uma política consequente que leve o povo todo à derrubada do sistema e a tomada do poder. E a única forma de garantir a tomada do poder é nos organizando desde agora, compreendo as lições das revoluções anteriores, aprendendo com a história e aprendendo com a teoria revolucionária.

Também temos potencial de iniciar uma revolução, o copo está ficando cheio no Brasil – privatizações, reforma da previdência aprovada, cortes na educação, proposta reforma tributária que ataca os trabalhadores – também aqui. O copo vai encher e transbordar! Vamos derrubar Bolsonaro e tudo que ele representa! Vamos derrubar o capitalismo e levantar uma sociedade onde possamos ser realmente livres. Lutemos por isso! Sejamos as parteiras da revolução no Brasil e mais uma chama da revolução mundial!

Deixe Seu Comentário
x

Confira Também

Pela resistência dos trabalhadores ao golpe burguês na Bolívia

Os eventos que se seguiram à renúncia forçada de Evo demonstram que a saída constitucional ...