Episódio #17 – A Revolução Permanente

           

A teoria da Revolução Permanente, elaborada por Leon Trotsky a partir do balanço da Revolução Russa de 1905, explica como as revoluções socialistas podem ocorrer nos países atrasados. Parte da sua teoria trata da impossibilidade do “socialismo em um só país”, análise também realizada por Karl Marx.

Em suas formulações teóricas, além de destacar o papel dirigente do proletariado na revolução, Trotsky mostrou que as condições objetivas na Rússia estavam maduras para a tomada do poder pelos trabalhadores e que aquele processo, invariavelmente, teria seu desfecho decidido pela dinâmica da luta de classes em âmbito internacional.

No segundo episódios da série “Em defesa de Leon Trotsky”, dedicada à vida e à obra do revolucionário russo, conversamos com Michel Goulart, historiador e membro do Comitê Editorial da Esquerda Marxista, para analisar os principais pontos da teoria da Revolução Permanente.

EXPEDIENTE:

Locução, técnica, produção musical, gravação e edição de áudio: André Mainardi.

Comissão do Podcast (Comitê Editorial da Esquerda Marxista): Luiz Bicalho, Evandro Colzani, Mateus Tavares, Thaís Tolentino e André Mainardi.

Música: Dmitri Shostakovich – Sinfonia Nº 11 em Sol menor, Op. 103, “O Ano de 1905”.

ESCUTAR OUTROS EPISÓDIOS

Deixe Seu Comentário