Início / Artigos / Internacional / Faculdade de Nanterre: libertem nossos camaradas!
Assembleia geral na Faculdade de Nanterre, em 10 de abril

Faculdade de Nanterre: libertem nossos camaradas!

Em 9 de abril, a presidência da Faculdade de Nanterre cercou com duas seções das Companhias Republicanas de Segurança (CRS)[1] um anfiteatro para expulsar violentamente uma centena de estudantes reunidos em assembleia geral. Sete estudantes foram presos. Seis permanecem sob a custódia da polícia, incluindo nosso camarada Andreas Coste e o camarada Victor Mendez (foto algemado). Claramente as prisões visam como “alvos” os agitadores do movimento estudantil na faculdade.

Os estudantes presos não são culpados de qualquer ato violento. A violência, que chocou aos estudantes e aos demais presentes, era inteiramente das CRS. Vários vídeos gravados no momento das ações são suficientes para demonstrar isso.

Essa repressão e as prisões visam quebrar a legítima mobilização contra a Lei de Orientação e Êxito dos Estudantes (ORE)[2], mas tiveram efeito oposto: no dia 10, na Faculdade de Nanterre, mais de 700 pessoas estão reunidas em assembleia geral. É a mais importante nesta faculdade desde o início do movimento.

Nós exigimos a libertação imediata dos seis estudantes detidos dia 9. Óbvio que nenhum processo deve ser movido contra eles. Convocamos os estudantes de Nanterre e de outros lugares a responder à repressão com uma mobilização ainda mais massiva contra a Lei ORE e contra toda a política reacionária do governo. Ao mesmo tempo, as organizações sindicais e políticas do movimento dos trabalhadores devem reagir firmemente e se mobilizarem contra as violências policiais que se multiplicam em todo o país contra os estudantes.

  • Libertem nossos camaradas!
  • Contra a repressão: mobilização!
  • Estudantes e trabalhadores: todos em luta junto aos ferroviários!

Manifesto de Révolution, seção francesa da Corrente Marxista Internacional, sob o título “Fac de Nanterre: libérez nos camarades!” , em 10 de abril de 2018.

 Tradução: Nathan Belcavello de Oliveira.

[1] Compagnies Républicaines de Sécurité – Companhias Republicanas de Segurança, força especializada de repressão de manifestações da Polícia Nacional da França (Nota do Tradutor – N.T.).

[2] Loi nº 2018-166 à l’Orientation et à la Réussite des Étudiants – Lei nº 166/2018 de Orientação e Êxito dos Estudantes, promulgada em 8 de março de 2018, de reforma universitária nos primeiros anos do Ensino Superior francês imposta pelo governo de Macron (N.T.).

Deixe seu comentário

Leia também...

Fracassa ataque terrorista contra o presidente venezuelano Maduro

Às 17h41, uma poderosa explosão foi ouvida perto da tribuna onde o presidente venezuelano Nicolás …