Download WordPress Themes, Happy Birthday Wishes

Eleições no Paraguai

Militantes da Esquerda Marxista participam de ato em São Paulo em solidariedade à candidatura de Fernando Lugo à presidência no Paraguai


Após 60 anos no poder, o partido Colorado, que leva no Paraguai uma política de submissão ao imperialismo norte-americano e de ataques à classe trabalhadora, pode sofrer uma histórica derrota.
O ex-bispo Fernando Lugo, candidato à presidente pela Aliança Patriótica pela Mudança, aparece em primeiro lugar nas pesquisas. Lugo fala em seus discursos de Reforma Agrária, combate à corrupção, às máfias do poder e da necessidade de recuperar a soberania energética do país, propondo a renegociação do injusto tratado energético de Itaipu com o Brasil.
As eleições ocorrem no dia 20 de abril e o partido colorado incita um clima de violência no país, inclusive com atentados, como o que ocorreu contra Alfredo Avalos, dirigente do movimento de esquerda Tekojoja, que foi gravemente ferido ao receber tiros na noite de terça-feira (8) em frente à sua casa. Sua esposa, a brasileira Silvana Rodrigues de Avalos, levou três tiros – um na cabeça, um no tórax e em um no braço – e morreu na hora. Não são poucas também as tentativas de fraude eleitoral que são descobertas diariamente.
O PT chamou um ato em SP no último domingo (13/04) com a presença de Raul Monte, que participa da campanha eleitoral de Lugo. O ato foi pequeno, cerca de 35 pessoas. Os militantes da Esquerda Marxista estavam presentes e enfatizaram a importância dessa eleição dentro do conjunto revolucionário que varre a América Latina e da necessária perspectiva socialista para esse processo.
Se Lugo perder as eleições, ficará evidente a fraude eleitoral, e uma crise de poder, como a que ocorreu nas últimas eleições no México, estará aberta; se Lugo vencer, não serão poucas as tentativas da burguesia em formar um governo de coalizão entre trabalhadores e patrões. Sinais disso já estão na composição da Aliança, com partidos burgueses como o Partido Liberal Radical Autêntico, ao qual pertence o candidato a vice-presidente.
Por tudo isso, a atual eleição no Paraguai merece muita atenção dos revolucionários de todo o mundo. A grande mídia não noticia esse profundo processo de transformação. Nós, da Esquerda Marxista, estaremos atentos, inclusive com militantes acompanhando no Paraguai. Em breve novas notícias.
Deixe Seu Comentário
x

Confira Também

Eleições nos EUA: Democratas e Republicanos

Os imigrantes “Centenas de funcionários da Wayfair, varejista de móveis online, ameaçam deixar seus escritórios ...