Download WordPress Themes, Happy Birthday Wishes
Não ao golpe: Mãos Fora da Venezuela!

Ato em Joinville contra o golpe de Estado na Venezuela

A Esquerda Marxista realizou nesta quinta (24/1), em Joinville, Santa Catarina, ato em repúdio ao golpe de Estado que está em curso na Venezuela. A atividade ocorreu mesmo embaixo de chuva, na Praça da Bandeira, e dialogou com a comunidade que transitava pelo terminal central da cidade. Panfletos foram distribuídos e recebidos com interesse. Outros movimentos também participaram da atividade.

Na quarta-feira da próxima semana, 30 de janeiro, a EM de Joinville organiza uma atividade com o documentário “A revolução não será televisionada”. Será às 19 horas, no Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Joinville e Região,

Os militantes da EM explicaram que a chegada ao poder da oposição reacionária na Venezuela apoiada pelo imperialismo, por Bolsonaro e pelos lacaios do grupo de Lima significa um desastre para o povo pobre daquele país. O plano de transição do autointitulado novo governo é claramente patronal, de privatização das empresas que foram nacionalizadas e de demissões em massa.

Desde o princípio do governo de Maduro, a EM, ao lado da Corrente Marxista Internacional, tem assinalado que a política de conciliação de classes de Maduro prepara a vitória da reação. No entanto, neste momento é preciso estar claramente contra o golpe. O imperialismo, que já vem atacando o povo venezuelando com sanções econômicas e bloqueios, agora chega a uma nova fase da ofensiva. Ele não está preocupado com a democracia ou com direitos humanos, mas com seus interesses econômicos e políticos na Venezuela.

A solução para combater o golpe e melhorar as condições de vida na Venezuela é os trabalhadores levarem a revolução socialista até o fim, colocando toda a riqueza, terras, bancos e fábricas sob controle da classe operária.

Tirem as mãos da Venezuela!
Abaixo o golpe imperialista!
Abaixo o governo Bolsonaro

Deixe Seu Comentário
x

Confira Também

SINTUF-MT aprova “Fora Bolsonaro!” e apoia Greve Geral para barrar ataques

Resolução Política SINTUF-MT Passados mais de 100 dias desde a posse, Bolsonaro se confirma como ...