Corrente Marxista Internacional - França

Revolution

França: sobre o Referendo de Iniciativa Cidadã

O Referendo de Iniciativa Cidadã (RIC) surgiu como a reivindicação democrática central do movimento dos coletes amarelos. Seu princípio é simples: caso um número suficiente de cidadãos demande, um referendo pode ser organizado sobre toda questão de interesse público – lei, texto constitucional, exoneração de um representante eleito, entre outras. …

Leia Mais »

Enfrentamos o fascismo nos EUA e no Brasil?

“Fascista” ou não? A questão surge sempre que um Trump ou um Bolsonaro chega ao poder, já que eles multiplicam as afirmações racistas, sexistas e homofóbicas. No entanto, todos os governos de direita recorrem, uns mais, outros menos, a esse tipo de retórica reacionária. Eles são todos “fascistas”? Não. Ou …

Leia Mais »

Coletes amarelos: como dobrar o governo?

O discurso de Emmanuel Macron em 27 de novembro pela manhã foi uma longa e interminável provocação. Enquanto os coletes amarelos exigem, no mínimo, medidas imediatas contra o elevado custo de vida, o presidente falou, principalmente, sobre a situação do mundo até 2050. Ele não nos poupou sequer de considerações …

Leia Mais »

França no limiar de uma crise revolucionária

A situação social e política na França está mudando a uma velocidade vertiginosa. Em menos de um mês, o desenvolvimento do movimento dos coletes amarelos colocou o país no limiar de uma crise revolucionária. Nos próximos dias, esse limite pode ser ultrapassado. O que definirá? Em “O oportunismo e a …

Leia Mais »

França: Os Coletes Amarelos devem ir mais longe!

Desde 1 de dezembro, o último dia dos protestos de massas na França, a mídia francesa transmite incansavelmente as cenas de conflito entre os manifestantes “Coletes Amarelos” e a polícia antimotim, que abalaram Paris. Jornalistas e políticos estão realizando uma corrida de revezamento para “condenar toda violência” – com a …

Leia Mais »

França: Os Coletes Amarelos, Lenin e a liderança da CGT

A mobilização do movimento de protesto dos Coletes Amarelos (gilets jaunes) assinala um passo importante no desenvolvimento da luta de classes na França. Sem nenhum partido ou sindicato e nenhuma organização prévia, centenas de milhares de pessoas participaram desse movimento contra o aumento dos impostos sobre o diesel e a …

Leia Mais »

França: a greve dos trabalhadores ferroviários e a “convergência das lutas”

A greve dos trabalhadores ferroviários encorajou outros setores da classe trabalhadora (e também os estudantes) a se mobilizar. Coletores de lixo, trabalhadores da Air France, servidores civis, advogados, trabalhadores dos correios, trabalhadores de hospitais e trabalhadores de cuidados aos idosos (entre outros) estão se preparando para a ação, e a …

Leia Mais »

Faculdade de Nanterre: libertem nossos camaradas!

Em 9 de abril, a presidência da Faculdade de Nanterre cercou com duas seções das Companhias Republicanas de Segurança (CRS)[1] um anfiteatro para expulsar violentamente uma centena de estudantes reunidos em assembleia geral. Sete estudantes foram presos. Seis permanecem sob a custódia da polícia, incluindo nosso camarada Andreas Coste e …

Leia Mais »

França: depois do segundo turno das eleições legislativas, prepara-se a contraofensiva

Do total de inscritos nas eleições legislativas da França, 57,4% não foram às urnas,  no segundo turno  – contra 51,3% do primeiro turno. Isso não surpreende: na maioria das zonas eleitorais os eleitores não tinham outra escolha que mais do mesmo com diversos rótulos (LREM[1], LR[2] ou mesmo PS[3]).

Leia Mais »

França: a ilusão de ótica da vitória de Macron

O primeiro turno das eleições legislativas francesas marcou um novo recorde de abstenção: 51,3% (frente aos 42,8% em 2012). A “vaga” da coalizão Em Marcha/Modem (EM/MODEM) deve ser colocada em sua verdadeira dimensão: a abstenção foi muito mais numerosa que os eleitores da “maioria presidencial”.

Leia Mais »