Evandro Colzani

Evandrocolzani

Como se trai uma revolução? – Parte 2

Apesar do fracasso do imperialismo no dia 23 de fevereiro em forçar a entrada da “ajuda humanitária” na Venezuela, o golpe permanece em curso. Assim como algumas organizações “de esquerda” continuam a defender a contrarrevolução e a dizer, ao mesmo tempo, que são revolucionárias. Esse é o caso do PSTU, …

Leia Mais »

Como se trai uma revolução? – Parte 1

Quando um fato da dimensão da tentativa de golpe na Venezuela ocorre, é natural que as organizações políticas “marxistas” se posicionem e proponham ações em defesa da revolução que ocorre no país. Entretanto, o que algumas dessas organizações colocam sobre a questão, por mais que digam estar ao lado do …

Leia Mais »

Como Bolsonaro e Guedes pretendem destruir a educação pública

“O primeiro pilar é a reforma da previdência, o segundo são as privatizações aceleradas e, o terceiro pilar é a simplificação, redução e eliminação de impostos” (Paulo Guedes, ministro da Economia) Idealizado por Milton Friedman, na década de 1950, o sistema de vouchers é uma das principais medidas que o …

Leia Mais »

Destruindo a educação: O que é a educação a distância (EAD)

O modelo de Educação a Distância (EAD) no Ensino Médio se tornou uma possibilidade do ponto de vista legal a partir da aprovação da Reforma do Ensino. No dia 20 de novembro, o Ministro da Educação, Rossieli Soares, homologou as novas Diretrizes Curriculares Nacionais que regulamentam a EAD. Pelas novas …

Leia Mais »

O modelo de Educação de Bolsonaro

O general Aléssio Ribeiro Souto, assessor de Bolsonaro para a Educação, concedeu uma entrevista para a Folha de S. Paulo, no dia 15 de outubro, apresentando as principais ideias do candidato do PSL à presidência na área. Os alicerces desse projeto estão contidos no Programa de Governo de Bolsonaro, que …

Leia Mais »

Entrevista com um caminhoneiro

Entrevistamos um caminhoneiro autônomo que está na paralisação desde o início do movimento. Ele trabalhou como empregado por 17 anos, é autônomo desde 2011 e está na paralisação reivindicando o piso nacional do frete vinculado ao aumento do diesel e do pedágio, diminuição do preço do óleo diesel, entre outras …

Leia Mais »

Das revoltas de 1968 às mobilizações estudantis de hoje

Em uma entrevista publicada no Estado de São Paulo, no dia 13 de maio, um dos ícones do maio francês, Daniel Conhn-Bendit, afirmou que comparar o maio de 68 com os movimentos que ocorrem atualmente é algo “inútil” e “anacrônico”, pois “não há mais nada de Maio de 1968”. Longe …

Leia Mais »