Evandro Colzani

evandrocolzani

Nem trabalho nem escola: a privação de futuro no capitalismo

Com a crise do capital iniciada em 2008, os planos de austeridade e as contrarreformas entraram nas agendas de praticamente todos os governos do mundo. Essas medidas que destroem serviços públicos, retiram direitos, rebaixam salários e, consequentemente, jogam na miséria milhares de trabalhadores afetam com maior brutalidade uma importante camada …

Leia Mais »

O “acordo” de Trump para a Palestina

Anunciado por Donald Trump como um “acordo de paz” para o Oriente Médio, a nova proposta para o conflito entre Palestina e Israel não passa de mais uma ação para reforçar o apoio que o imperialismo norte-americano historicamente tem dado ao regime sionista. As medidas apresentadas, em concordância com o …

Leia Mais »

Eleições e desgaste do reformismo no Uruguai

No dia 24 de novembro os uruguaios retornarão às urnas para decidir quem leva a presidência do país no segundo turno das eleições. Daniel Martínez, candidato da Frente Ampla, partido de José Mujica, enfrentará Luis Lacalle Pou, do Partido Nacional. Destaca-se nesse processo eleitoral a possibilidade da vitória da direita …

Leia Mais »

O impacto dos marxistas no congresso do Labour Party

O Congresso de 2019 do Labour Party (Partido Trabalhista) ocorrido do dia 21 a 25 de setembro, na cidade de Brighton, na Grã-Bretanha, foi marcado pela situação política convulsiva do país e pela atuação dos nossos camaradas do Socialist Appeal, seção britânica da CMI, que ganharam a maioria dos delegados …

Leia Mais »

Hong Kong: combater a repressão com os métodos de classe

O movimento iniciado em junho, em Hong Kong, está entrando no seu tercei­ro mês. Após conquistarem a suspensão do projeto de lei que permitiria a extradição de pessoas para a China conti­nental, a pauta dos manifes­tantes se ampliou para o pedi­do de anistia para os ativistas presos, retirar a caracteriza­ção …

Leia Mais »

Por que as direções sabotaram a greve geral?

O dia 14 de junho poderia expressar de uma forma ainda não vista toda a indignação ao governo Bolsonaro e seus ataques. Mas, apesar das direções, a enorme insatisfação que se acumula sob a superfície da sociedade não impediu que a “greve geral” pudesse ser um dia de luta com …

Leia Mais »

A “esquerda” que se nega a dizer Fora Bolsonaro (Parte 1: Insurgência)

Em um artigo de Danielle Jardim, publicado no site da Insurgência1, podemos ler o seguinte: “o neofascismo cresce hoje porque serve como uma luva às necessidades do capital de intensificação da exploração, das expropriações e é eficiente na contenção da classe trabalhadora”. No Editorial2 da  Insurgência em que um balanço …

Leia Mais »

Como se trai uma revolução? Parte 3

Os marxistas são aqueles que seguem o caminho escarpado e difícil da luta de classes. Que combatem “não só o pântano como aqueles que se desviam para o pântano!”1. Dentre as distintas organizações e partidos “de esquerda” que se posicionaram em relação à Venezuela, o PT foi um dos contrários …

Leia Mais »

Como se trai uma revolução? – Parte 2

Apesar do fracasso do imperialismo no dia 23 de fevereiro em forçar a entrada da “ajuda humanitária” na Venezuela, o golpe permanece em curso. Assim como algumas organizações “de esquerda” continuam a defender a contrarrevolução e a dizer, ao mesmo tempo, que são revolucionárias. Esse é o caso do PSTU, …

Leia Mais »

Como se trai uma revolução? – Parte 1

Quando um fato da dimensão da tentativa de golpe na Venezuela ocorre, é natural que as organizações políticas “marxistas” se posicionem e proponham ações em defesa da revolução que ocorre no país. Entretanto, o que algumas dessas organizações colocam sobre a questão, por mais que digam estar ao lado do …

Leia Mais »