Organização Comunista Internacionalista (Esquerda Marxista)

Esquerda Marxista

Foice & Martelo Especial 14

Nesta edição do jornal estamos discutindo de um lado a questão da independência em relação ao desenvolvimento da ciência e ao corte de orçamento feito pelo Governo Bolsonaro. Além disso estamos apresentando as análises referentes ao lançamento da nota de 200 reais, entre outros artigos internacionais, um deles um especial sobre a Nigéria, além de dois artigos sobre o revolucionário Leon Trotsky e a continuação do artigo sobre Ciência, Filosofia e Misticismo.

Leia Mais »

Episódio #20 – A Guerra do Contestado

A Guerra do Contestado foi o maior e mais sangrento conflito camponês da América do Apesar do forte cunho religioso - já que os camponeses em luta contra o estado e contra as milícias dos grandes proprietários, eram liderados por um monge messiânico - ela foi uma violenta expressão da luta de classes, no Brasil da Velha República, controlado pelo grande latifúndio e completamente submisso ao imperialismo. Neste episódio trataremos da Guerra do Contestado com a exposição do camarada Chico Aviz, graduando em História e pesquisador da questão agrária no Brasil do século 20.

Leia Mais »

Episódio #19 – Trotsky e o Exército Vermelho

Como Trotsky conseguiu transformar homens famintos, assustados e desmoralizados pela guerra imperialista no grande Exército Vermelho dos operários e camponeses? Como transcorreu a sangrenta guerra civil revolucionária? Que o papel jogou Lev Davidovich Bronstein nessa guerra e no comando da gigantesca vanguarda armada do proletariado?

Leia Mais »

Como se constrói a “opinião pública” burguesa

A grande mídia, jornais e TVs, está destacando o fato da aprovação de Bolsonaro ter subido e estar num teto que nunca esteve antes. E toda a imprensa, os partidos, os políticos, analisam que isso se deve ao auxílio emergencial de R$ 600. Mas essa não é a única estatística …

Leia Mais »

Episódio #18 – Por que Stalin mandou matar Trotsky?

Stalin consolidou seu regime ditatorial sobre os cadáveres do partido de Lenin. Em meio às traições mais terríveis, derrotas e desmoralização, Trotsky levantou uma bandeira limpa, defendeu as genuínas tradições do leninismo, de Outubro e do Partido Bolchevique.  Qual o legado que deixa que esse grande revolucionário àqueles que dedicam sua vida à construção socialismo? Afinal, por que Stalin mandou matar Leon Trotsky?

Leia Mais »

1° Festival Arte e Marxismo – Fora Bolsonaro

Acesse a página “Arte e Marxismo” no Facebook para mais informações. No dia 22 de agosto, às 17 horas, ocorrerá o “1° Festival Arte e Marxismo – Fora Bolsonaro” com diversas apresentações de artistas militantes. Esse evento faz parte do “Socorro Vermelho” e pretende arrecadar recursos para ajudar militantes da …

Leia Mais »

Universidade Marxista – Brasil

Diante do grande êxito da Universidade Marxista Internacional, que contou com a inscrição de quase 6.500 pessoas de mais de 115 países ao redor do mundo, a Esquerda Marxista, seção brasileira da Corrente Marxista Internacional (CMI), decidiu organizar a Universidade Marxista – Brasil. Confira a programação abaixo e inscreva-se. PROGRAMAÇÃO …

Leia Mais »

100 mil mortos: Bolsonaro e patrões, a culpa é de vocês!

O Brasil ultrapassou a faixa de 100 mil mortos infectados pela Covid-19, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Isso se dá não apenas pela figura reacionária dos dois presidentes, mas principalmente pelo apodrecimento cada dia mais escancarado do capitalismo. Com o discurso de que a economia não pode parar e …

Leia Mais »

Episódio #17 – A Revolução Permanente

Por meio da teoria da Revolução Permanente elaborada a partir do balanço da Revolução Russa de 1905, Leon Trotsky explica como as revoluções socialistas podem ocorrer nos países atrasados. Parte da sua teoria trata da impossibilidade do "socialismo em um só país", análise também realizada por Karl Marx. Em suas formulações teóricas, além de destacar o papel dirigente do proletariado na revolução, Trotsky mostrou que as condições objetivas na Rússia estavam maduras para a tomada do poder pelos trabalhadores e que aquele processo, invariavelmente, teria seu desfecho decidido pela dinâmica da luta de classes em âmbito internacional.

Leia Mais »