Artigos

Jujuy e os horrores do capitalismo: terrorismo de Estado, extrativismo e exploração

Durante as últimas semanas ficou evidente a face mais horrorosa da violência repressiva estatal na província de Jujuy, deixando a nu que a única resposta que o governo do radical Gerardo Morales, de seus sócios do Partido Justicialista, da maioria do Poder Legislativo e de um Poder Judiciário descomposto e corrupto podem oferecer às demandas populares é a repressão mais feroz, as prisões ilegais, a perseguição aos advogados que representam os encarcerados pelo regime, o medo e uma obscena e provocadora exibição de força.

Leia Mais »

Solidariedade com o Partido Comunista da Venezuela

O Partido Comunista da Venezuela (PCV) está enfrentando uma campanha de ataques, calúnias e golpes para retirar o registro legal e eleitoral de sua direção democraticamente eleita, por parte do PSUV e do governo. O seguinte comunicado de solidariedade foi aprovado por unanimidade pela direção da Corrente Marxista Internacional na reunião de seu Comitê Executivo Internacional.

Leia Mais »

Holofotes na luta de classes: atores e roteiristas unem forças

Acontece que o maior drama do verão não é Barbie ou Oppenheimer, é a luta que se desenrola em Hollywood. É uma união entre roteiristas e atores aflitos contra um supervilão tão perverso quanto qualquer um que você veria em um filme de ação: os grandes estúdios e serviços de streaming, incluindo Disney, Netflix e Amazon.

Leia Mais »

A crise na saúde em Joinville

No início de julho, os hospitais de Joinville tinham 10.368 solicitações de cirurgias eletivas pendentes. No HMSJ eram 4.848 solicitações, sendo 4.132 de Joinville. Já a macrorregião do Planalto Norte, que abrange Joinville e outros 25 municípios, tinham no início de julho 19.509 pacientes aguardando cirurgia eletiva.  A situação está sendo alvo de comissões na Câmara de Vereadores e questionada pela população diariamente, nas ruas e em grupos de WhatsApp, assim como pela imprensa. A Prefeitura tem afirmado que a crise é decorrente da epidemia de dengue na cidade e aumento da procura por problemas respiratórios. Atrás destas justificativas circunstanciais, que qualquer pessoa que procura atendimento vê, estão anos de abandono e falta de investimento adequados na saúde.

Leia Mais »

A hora-atividade é um direito e não uma moeda de troca!

A Portaria nº 1885, de 17/07/2023, da Secretaria de Educação do Estado de Santa Catarina, regulamenta o cumprimento da hora-atividade dos professores da rede estadual, temporariamente. De acordo com a nova ordem, o cumprimento da hora-atividade poderá ser de forma remota. Assustadoramente comemorada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (Sinte/SC), a Portaria apresenta várias irregularidades e está organizada para aumentar ainda mais o assédio moral já sofrido pelos trabalhadores da educação. 

Leia Mais »

Revelações dos Alphabet Boys: como o FBI se infiltrou e minou o Black Lives Matter

Os protestos do Black Lives Matter (BLM) no verão de 2020 abalaram a estrutura do capitalismo dos Estados Unidos. No auge, o movimento envolveu mais de 20 milhões de pessoas em 2.500 cidades e vilas, tornando-se a maior mobilização da história do país. Foram muitos os fatores que contribuíram para que o movimento terminasse em um impasse; entre eles, a falta de uma direção revolucionária. Mas, durante anos, alegou-se que os infiltrados do Estado ajudaram a minar o BLM. No entanto, havia pouca evidência irrefutável – até agora.

Leia Mais »

Músicos do Theatro Municipal aprovam paralisação em 17 de julho

Seguindo uma longa tradição de crises, o modelo de gestão compartilhada por Organizações Sociais (OS) nos presenteia com mais um caso notável de sua ineficiência. Como foi ventilado por mais de um grande jornal, neste ano de 2023, pairou sobre as cabeças dos cantores do Coro Lírico, um dos seis corpos artísticos integrados ao Complexo do Theatro Municipal de São Paulo, a ameaça de demissão em massa por parte da Sustenidos, OS atualmente responsável por gerir o Theatro.

Leia Mais »

Rompimento de contratos, privatização e pessoalidade na Educação Catarinense

A Corrente Sindical Esquerda Marxista denuncia a pessoalidade do serviço público na Educação Catarinense com a anuência da gerência de educação. Exigimos uma ação imediata e contundente do Sinte, não aceitamos que os professores ACTs sejam assediados e ameaçados de perder a vaga por conta do “desejo” dos diretores escolares. A ordem de chamada deve ser respeitada e a preferência de permanência na escola do primeiro semestre garantida.

Leia Mais »