Sindical

Balanço das eleições da Apeoesp de 2023: rejeição à burocracia sindical aponta o caminho de construção da oposição

Em 2023 foram realizadas as eleições do O Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp). Diferentemente dos últimos processos eleitorais, em uma virada histórica, as principais correntes de oposição formaram chapa com a Articulação Sindical. Correntes do PSOL como Resistência, TLS e Unidos pra lutar; partidos como PCB e PCO; e mesmo setores “independentes” como o Chão de Giz de Bauru-SP se somaram ao PT e ao PCdoB no pleito eleitoral desse ano.

Leia Mais »

Como se constrói uma derrota

No último período assistimos a direção do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Joinville e Região (Sinsej) realizar uma perfeita demonstração de como se constroem as derrotas no campo sindical. Negligenciando os métodos da classe trabalhadora, ignorando o histórico de luta da nossa categoria, fracionando as pautas e dividindo os trabalhadores, abandonando o ponto de vista de classe e o compromisso político da entidade com a sua base, levando os trabalhadores a desacreditar na sua capacidade de mobilização e a abandonar sua identidade de luta.

Leia Mais »

Por uma CUT classista, de luta, democrática, de base e socialista! Pela liberdade e independência sindical!

Este ano marca o aniversário de 40 anos de fundação da Central Única dos Trabalhadores, a CUT. Junto com essa data histórica, está convocado seu 14º Congresso Nacional. A CUT nasceu das lutas da classe trabalhadora contra os patrões e a Ditadura, combatendo o peleguismo das direções sindicais e a tutela do Estado sobre o movimento sindical. É preciso que a CUT retome os princípios de sua fundação e volte a ser um instrumento de luta da classe trabalhadora.

Leia Mais »

Trabalhadores da Companhia Águas de Joinville estão em estado de greve

No dia 16 de maio, os trabalhadores da Companhia Águas de Joinville votaram em assembleia pelo Estado de Greve. A luta é muito similar a tantas outras que vemos acontecer no país e mundo afora: defesa de melhores condições de trabalho e de vida. Mas, para além de participar da luta coletiva, temos alguns aprendizados que podemos tirar com esse exemplo de uma categoria ainda jovem, em uma cidade que tem a fama de ser extremamente conservadora. E o principal deles é o impacto que a organização dos trabalhadores provoca na luta de classes.

Leia Mais »

A greve e o Congresso do Sepe no Rio de Janeiro

Professores da rede estadual do Rio de Janeiro estão em greve desde o dia 17 de maio. As assembleias têm sido cheias e as manifestações nas ruas, vibrantes. Reivindicam o pagamento do piso para todos os profissionais, o cumprimento do plano de carreira e a revogação da Reforma do Ensino Médio.

Leia Mais »

Nota de apoio à greve dos trabalhadores da Trensurb

Nós militantes da Esquerda Marxista, do Rio Grande do Sul, expressamos solidariedade aos trabalhadores da Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. (Trensurb), que decidiram, em assembleia geral, entrar em estado de greve no dia 28 de abril, realizando uma paralisação de 24 horas no dia 08 de maio. 

Leia Mais »

Decretos de Lula sobre o saneamento seguem entregando o setor à iniciativa privada

No início de abril, o governo Lula publicou dois importantes decretos (11.466/23 e 11.467/23) que alteram o Marco Legal do Saneamento Básico (Lei 11.445/2007, alterada pela Lei 14.026/2020) publicado por Bolsonaro. Na propaganda do governo, destaca-se que, com as mudanças, serão investidos mais R$ 120 bilhões para garantir o cumprimento das metas de universalização do saneamento básico no país até 2033. Mas, será que isso é o suficiente? Afinal, quanto custa universalizar o saneamento no Brasil? Em que condições esse investimento se dará e como isso pode afetar a população?

Leia Mais »

Adaptação sob a égide da bandeira de “unidade” nas eleições da Apeoesp

Nos últimos anos, correntes e partidos que tradicionalmente faziam oposição à direção do Sindicato Oficial dos Professores do Estado de São Paulo (Apeoesp) gradativamente realizaram um movimento de adaptação a esta mesma direção, culminando em um salto de qualidade nas eleições sindicais de 2023. É o que estamos vendo acontecer com as maiores correntes do PSOL e o PCB.

Leia Mais »

Campanha de solidariedade aos servidores municipais em greve de São Bernardo do Campo

Os servidores públicos municipais de São Bernardo do Campo (SP) em greve desde 27 de março estão recebendo uma série de ataques da prefeitura, o que inclui o corte de salários dos grevistas. A mais ampla solidariedade do conjunto da classe trabalhadora é essencial para garantir a continuidade dessa luta.

Leia Mais »

As eleições do Andes-SN e a resistência aos ataques da burguesia

Os professores das universidades e de alguns institutos federais de todo o Brasil irão às urnas para eleger a nova direção do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN), nos dias 10 e 11 de maio. Esta será a primeira eleição na nova situação política aberta com a eleição de Lula (PT) e primeiros meses de governo de união nacional encabeçado pelo Partido dos Trabalhadores em colaboração com a burguesia. No âmbito sindical, esta será a primeira do Andes-SN depois que o sindicato decidiu se desfiliar da Central Sindical e Popular Conlutas (CSP-Conlutas). Cabe ainda destacar que o processo eleitoral se dá em meio a uma progressiva diminuição da participação da categoria em pleitos anteriores, em grande medida por conta de críticas - algumas das quais corretas - ao grupo que vem dirigindo o sindicato nos últimos anos.

Leia Mais »