8º Encontro do Comitê Mulheres pelo Socialismo e pelo Fora Bolsonaro – RJ

IMPORTANTE: O link de acesso à sala será divulgado algumas horas antes na página do Facebook do Mulheres pelo Socialismo – Rio de Janeiro.

A mulher trabalhadora, e estudante, sofre com a piora da sua situação devido a crise econômica e sanitária. A exploração e opressão contra a mulher é fruto da divisão da sociedade em classes e se não foi o capitalismo que criou essa situação, ele aprofunda.

As mulheres ganham menos para a mesma função que um homem, sofrem com a violência doméstica, com a falta de creches públicas para seus filhos e filhas, a sobrecarga de trabalho doméstico, as duplas ou triplas funções, são a parcela que mais sofre com o desemprego, não têm estabilidade no emprego se engravidarem, enfim, inúmeros são os exemplos.

Mas apenas saber o que é a opressão e o machismo não basta. É preciso ir à raiz do problema e entender o que sustenta essa situação se mantém há muito tempo. Nós, do Mulheres pelo Socialismo, coletivo de mulheres da Esquerda Marxista, defendemos que o caminho para pavimentar o fim da opressão contra a mulher está ligado ao fim da sociedade dividida em classes e ao fim da propriedade privada. Por isso, entendemos que a luta pela defesa e ampliação dos direitos das mulheres hoje, durante o capitalismo, deve estar conectada à luta pela construção da sociedade socialista para, de fato, haver a emancipação da mulher e igualdade de direitos.

O sistema capitalista exerce influência em vários aspectos da nossa vida. Para combatê-lo, é preciso conhecê-lo. Por isso, o Comitê Mulheres pelo Socialismo e pelo Fora Bolsonaro do Rio de Janeiro te convida a refletir sobre o livro de Trotsky “Questões do Modo de Vida”. O 8º encontro do Comitê será em 6 de agosto, às 18h, pelo Google Meet. A sala estará aberta às 17h50.

As debatedoras são:

  • Leslie Loreto, militante do Mulheres pelo Socialismo – RJ, arquiteta e urbanista
  • Ana Paula Gomes, militante do Mulheres pelo Socialismo – RJ, assistente social, trabalhadora da Educação.

A cada dia o sistema capitalista deixa mais claro o que tem a oferecer às mulheres e a todo o conjunto da classe trabalhadora: a barbárie. Só podemos contar conosco mesmo. Organize-se! Venha debater conosco e fortalecer a luta contra o machismo, que é uma luta contra o sistema capitalista.

  • FORA BOLSONARO, por um governo dos trabalhadores sem patrões nem generais!
  • Por igualdade de direitos!
  • Lutamos pelo socialismo!
  • Abaixo o machismo! Abaixo o capitalismo!

EVENTO NO FACEBOOK

Deixe Seu Comentário