Download WordPress Themes, Happy Birthday Wishes

13 de agosto: lutar por “Fora Bolsonaro” e contra os ataques do capital

Os lucros dos bancos aumentam, as privatizações avançam, a Reforma da Previdência foi aprovada na Câmara, o desemprego continua alto e as condições de trabalho são cada vez mais precárias. Depois do corte de verbas na educação, surge o plano “Future-se”, que visa abrir caminho para a privatização das universidades federais. Aliás, quase R$ 1 bilhão cortado da educação está sendo destinado para as emendas parlamentares que “convenceram” os deputados a votar a favor da Reforma da Previdência. Este é o governo Bolsonaro, capacho do imperialismo e do capital financeiro.

Mas este é também um governo instável, que está em choque com setores da burguesia e com o Congresso Nacional. A popularidade de Bolsonaro caiu 17% em menos de 6 meses. Jovens foram massivamente às ruas em maio, trabalhadores fizeram a Greve Geral em junho. Não vivemos uma conjuntura reacionária, vivemos um período de agonia do sistema e de busca do povo trabalhador por uma saída, por um futuro. Os sofrimentos cotidianos impostos pelo capitalismo preparam novas explosões de luta. É o que temos visto ao redor do mundo.

Entretanto, as direções do movimento, a CUT e a UNE, adaptadas ao sistema, não organizam e mobilizam a base como poderiam e deveriam. Recusam-se a levar a luta por “Fora Bolsonaro”. Sob pressão, convocaram os atos de 13 de agosto com o vago chamado por um “tsunami da educação”. A UNE abandonou há tempos a luta por educação pública e gratuita para todos. A CUT recusa-se a preparar uma greve geral por tempo indeterminado, e assim abre caminho para a aprovação da Reforma da Previdência. É preciso dar passos para superar estas direções, construir a unidade sobre a base dos interesses imediatos e históricos da classe trabalhadora.

A Esquerda Marxista convoca todos os militantes e simpatizantes a estarem presentes nos atos de 13 de agosto pelo país, dialogando com a base, agitando o “Fora Bolsonaro”, e explicando a necessidade de varrer este sistema decadente com uma revolução socialista. Junte-se a nós!

– Abaixo a Reforma da Previdência!

– Educação Pública e Gratuita para Todos!

– Fora Bolsonaro!

Esquerda Marxista

Deixe Seu Comentário
x

Confira Também

O Future-se de Bolsonaro e o fim da autonomia das universidades

O combate ao Future-se, projeto apresentado no mês de julho pelo MEC, tem mobilizado docentes, ...