Início / Documentos | Ver Mais / Fábricas Ocupadas / Vídeo sobre a Flaskô, 10 anos de lutas

Vídeo sobre a Flaskô, 10 anos de lutas

A Fábrica Ocupada Flaskô completou 10 anos em junho de 2013. Segue apresentando a perspectiva da estatização sob controle operário, bem como impulsiona a campanha pela declaração de interesse social da fábrica, para fins de desapropriação, junto com a ocupação de moradia e a fábrica de cultura e esporte.
 


A Fábrica Ocupada Flaskô completou 10 anos em junho de 2013. Segue apresentando a perspectiva da estatização sob controle operário, bem como impulsiona a campanha pela declaração de interesse social da fábrica, para fins de desapropriação, junto com a ocupação de moradia e a fábrica de cultura e esporte.
 
Os trabalhadores resistem com suas conquistas sociais, como a jornada de trabalho de 30 horas semanais, 6 horas diárias, e sem redução de salários, bem como o ritmo de trabalho priorizando o operário, o que fez acabar com os acidentes de trabalho da época patronal. A democracia se faz com as assembleias e as decisões semanais do conselho de fábrica. Um exemplo para o movimento operário, que merece nossa defesa, e que precisa enfrentar as batalhas diárias para que a conjuntura política seja mais favorável e não seja engolida pelas pressões da lógica do capital.
 
A Esquerda Marxista impulsionou o Movimento das Fábricas Ocupadas desde o início, com as ocupações da Cipla e Interfibra, em Joinville/SC, e depois da Flaskô, em Sumaré/SP, em 12 de junho de 2003. Como sempre, seguiremos nas ruas e nas lutas, pelas bandeiras históricas da Flaskô, sendo um instrumento para a construção do socialismo.
 
O vídeo abaixo, produzido em 2012, foi lançado durante o Festival 10 anos da Flaskô, em junho de 2013. Trata-se de um ótimo material para conhecer a fábrica sob controle operário, e ajuda o conjunto do movimento dos trabalhadores a traçar seus caminhos. Parabéns ao Emiliano pelo excelente trabalho! Parabéns à resistência da Fábrica Ocupada Flaskô!

Deixe seu comentário

Leia também...

Livraria Marxista exibe “O Jovem Marx”, humano e coerente com o método dialético

Dispostos no chão e em cadeiras no auditório da Livraria Marxista, cerca de 30 pessoas …