Início / Sem Categoria / Uma vez mais: Greve em Jirau. Uma vez mais descrédito do governo!

Uma vez mais: Greve em Jirau. Uma vez mais descrédito do governo!

Wanderci Bueno




Semana passada mais uma vez os trabalhadores da obra da Usina Hidrelétrica de Jirau, no rio Madeira em Rondônia, entraram em greve. O motivo da greve? As empresas não cumprem o acordo realizado no ano passado quando ocorreu violenta greve contra a empresa Camargo Correia. A Justiça do Trabalho ao invés de obrigar a empresa que cuida da montagem das turbinas a cumprir o acordo, decretou a greve ilegal. Não sabemos no momento se a greve continua. 



Na semana passada o secretário do governo Dilma, o senhor Gilberto Carvalho, o mesmo que na greve passada propôs e costurou a demissão de 4 mil trabalhadores, agora apela para a Camargo Correia interceder para que o acordo seja cumprido.

Mas o que está sendo omitido pela imprensa burguesa é que o acordo do ano passado ainda não foi cumprido por nenhuma empresa. Carvalho, o homem do governo que propôs a demissão de 4 mil, agora declara: “O conflito mostra a necessidade de acelerar a implementação do acordo. A expectativa do governo é que a Camargo Corrêa, que já aderiu ao acordo, também promova a adesão das demais empresas envolvidas com Jirau para que o acordo tenha efetividade na obra como um todo“. Ou seja, nem todas as empresas aderiram ao acordo e a que aderiu não o aplica. Resumindo: foram demitidos no ano passado 4 mil trabalhadores com a promessa de melhorias nas condições de trabalho, melhores salários e até agora nada. Desta vez os operários da Camargo aderiram à greve junto com os da ENESA. 

Mas o que é mais patético e deveria indignar a todos é que o supersecretário de Dilma, Gilberto Carvalho, ao invés de exigir que a Justiça do Trabalho faça cumprir o acordo, apela para a Camargo interceder junto à ENESA Engenharia para que ela adira ao acordo. Mas nem mesmo a Camargo o aplicou até agora. Aliás nem o governo que foi uma das partes na negociação anterior pouco está se lixando!

Pela andar da carruagem, fica cada vez mais claro que quem manda no governo e na justiça são realmente os empresários. 

Dilma, se manca! Nós te elegemos para atender as reivindicações dos trabalhadores. Chega de enrolar e ficar paparicando os empresários. Já no ano passado deveria ter puxado a orelha de Carvalho quando ele saiu a campo para defender a Camargo e demitir 4 mil trabalhadores dizendo que a empresa tinha contratado muita gente. Até parece que Gilberto é gerente de Recursos Humanos das empreiteiras. Isso é vergonhoso.

Se juntar aos burgueses para governar faz o governo do PT ficar cada vez mais igual aos governos da burguesia. Como diz o ditado, o cachimbo é quem entorta a boca.

Mas pelo visto a presidente Dilma prefere ficar refém da burguesia que se unir aos trabalhadores. E ainda chama isso de governabilidade!

Deixe seu comentário

Leia também...

Camarada Roger, presente!

É com imensa tristeza que informamos a morte do nosso jovem camarada Roger Eduardo Miranda. …