Início / Luta de Classes / Sindicato dos servidores de Joinville contra a demissão dos garis no RJ

Sindicato dos servidores de Joinville contra a demissão dos garis no RJ

Moção do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Joinville e Região contra a demissão dos garis pela prefeitura do Rio de Janeiro.

PREFEITURA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO
Exmo. Sr. Eduardo Paes

Moção contra atitude antissindical

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Joinville e Região repudia a atitude antissindical do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb).

Em março deste ano os garis do Rio de Janeiro realizaram uma greve reivindicando reajuste salarial de 8%, entre outros benefícios. No acordo final ficou acertado que os dias de paralisação seriam repostos e que não haveria demissões. No entanto, a Comlurb descumpriu esse acordo e já demitiu 70 trabalhadores que estiveram na linha de frente do movimento alegando “justa causa”.

Também repudiamos a demissão do professor Breno Mendes sob a alegação de “condutas reprováveis nas redes sociais”. Na realidade, ele foi punido por participar de movimento grevista da categoria, fazer críticas à situação da educação e ao governo municipal.

Estas demissões são atos de represália. De forma arbitrária e antidemocrática, a Prefeitura ataca a organização sindical e o direito constitucional de greve. Entendemos essas atitudes como um ataque a toda a classe trabalhadora.

  • Pela imediata reintegração destes trabalhadores!
  • Todo apoio à luta dos garis do Rio de Janeiro!
  • Pelo fim de todas as perseguições políticas aos trabalhadores!

Diretoria do Sinsej
25 de maio de 2015

Deixe seu comentário

Leia também...

Campinas na luta contra o Escola Sem Partido e a Lei da Mordaça!

A Associação dos Professores da Puc-Campinas (Apropucc) emitiu nota esta semana repudiando o projeto de …