Início / Artigos / Internacional / ‘Sinceridade’ de investidor na TV provoca polêmica

‘Sinceridade’ de investidor na TV provoca polêmica

Vagnaldo Marinheiro
Londres

Um suposto investidor, sem papas na língua, virou um dos grandes assuntos no mundo financeiro por afirmar que o euro vai acabar, que milhões de pessoas vão perder suas poupanças e que o mundo é administrado não pelos governos, mas pelo banco de investimentos Goldman Sachs.

Alessio Rastani deu uma entrevista anteontem à tarde para a BBC. Ele era mais um dos “especialistas” ouvidos pela emissora para comentar a crise econômica européia. Surpreendeu já na primeira resposta. Disse que os investidores não se importam com as pessoas e só querem fazer dinheiro. “Sou um investidor. Tenho sonhado com esse momento há três anos. Eu vou para a cama todas as noites e sonho com outra recessão”, declarou. Depois afirmou que as pessoas se esquecem de que muitos souberam enriquecer na crise econômica de 1929.

A entrevista era ao vivo e foi ao ar sem cortes. A apresentadora da BBC disse a Rastani que todos no estúdio estavam com o queixo caído e agradeceu pela sinceridade. Logo, o vídeo caiu na rede e começaram os boatos de que Rastani era uma fraude e faria parte do grupo Yes Men, especializado em pegadinhas. O grupo nega.


Ouvido pela “Forbes”, Rastani disse que é investidor e trabalha de forma independente. A BBC soltou um comunicado em que afirma que não se trata de uma fraude.Até políticos, como a ministra da Economia da Espanha, Elena Salgado, entraram na repercussão. Ela chamou Rastani de “louco e imoral”. Mas muitos no Facebook e no Twitter afirmaram que ele teve coragem de expressar o que de fato pensa o mercado.

Deixe seu comentário

Leia também...

Reforma política: Nosso dinheiro para Bolsonaro, iscas para a esquerda e barreira para as organizações de trabalhadores

Michel Temer sancionou na sexta-feira (6/10) a reforma política, que, entre outros absurdos, desvia um …