Início / Artigos / Brasil / Serge Goulart: ‘Dilma não é candidata oficial do PT’

Serge Goulart: ‘Dilma não é candidata oficial do PT’

Confira entrevista de Serge Goulart, candidato a presidente do PT, concedida a um Blog independente em 30 de Setembro.

Blog Ananindeua Debates: Serge Goulart, fale um pouco da sua trajetória política.

Serge Goulart: Sou fundador do PT e fui dirigente do partido em Santa Catarina e membro do Diretório Nacional. Coordenei a campanha das “Diretas Já” em SC e, em 2003, fui eleito Coordenador do Conselho de Fábrica da CIPLA e Interfibra, fábricas ocupadas pelos trabalhadores, assim como Coordenador do Movimento Nacional das Fábricas Ocupadas. Sou da direção Internacional da campanha “Tirem as Mãos da Venezuela”. Sou dirigente da Esquerda Marxista do PT e autor de diversas publicações como “Devolvam a nossa Previdência”, “Racismo e luta de classes”, “ALCA, NAFTA, MERCOSUL e Tratados de Livre Comércio”, além de editor do “Jornal Luta de Classes” e da revista marxista “América Socialista”.

Blog Ananindeua Debates: Sua candidatura representa que setores do PT?

Serge Goulart: Minha candidatura tem como objetivo reunir e organizar os petistas para fazer o PT virar à esquerda e retomar a luta pelo socialismo. Para discutir com todo o partido a necessidade de romper com a direita e os partidos da burguesia, constituindo um governo dos trabalhadores do campo e da cidade, de luta pelo socialismo. Entre os companheiros e companheiras que apóiam nossa chapa e minha candidatura estão petistas que continuam acreditando e lutando pelo socialismo, operários químicos, ferroviários, vidreiros, metalúrgicos, têxteis, plásticos e de fábricas ocupadas, juventude de diversos estados, militantes do Movimento Negro Socialista, trabalhadores do campo e da cidade que não aceitam a direitização do PT e querem continuar fiéis à classe trabalhadora e ao socialismo.

Blog Ananindeua Debates: Quais são os pontos da política econômica do governo Lula com os quais você concorda?

Serge Goulart: A economia é um campo muito amplo. O que interessa é com o que nós não concordamos e isto abrange a continuidade da política de FHC, inclusive as privatizações (hidrelétricas, rodovias, a Amazônia, etc.). Consideramos o PAC um projeto de transformação do Brasil numa plataforma de exportação agro-mineral. Toda a política econômica de Lula é para fazer felizes banqueiros e multinacionais. Por isso está ampliando a privatização do BB lançando ADRs em Nova York. Sua política econômica é para salvar o capitalismo e isto tem um significado na luta de classes. Se cair alguma coisa da mesa para os pobres os comensais do banquete não se incomodam. A política econômica de Lula é capitalista. Nós consideramos que este não é o papel do PT. O PT nasceu socialista em luta contra o capitalismo e contra esta classe social ínfima e degenerada que vive da exploração de bilhões de seres humanos.

Blog Ananindeua Debates: Em seu twitter está escrito: “FHC saudou Lula por fazer no BB o que ele fez na Petrobrás. É verdade! E agora companheiro bancário do BB Ricardo Berzoini? E nós, do PT?!”. Quem acessa o seu twitter e a pagina do seu sítio www.marxismo.org.br tem a impressão que é uma página de um partido de oposição ao PT e ao governo LULA.

Serge Goulart: Meu twitter chama a atenção de um companheiro que é bancário, dirigente do PT. E o PT está no governo como patrão da maioria dos bancários. É melhor agir como socialista e atender as reivindicações e não como patrão e por isso os petistas estão incomodados. E afinal, quem tem outra opinião sobre a política do governo seria de oposição? Esta não é a história do PT onde todas as posições sempre se expressaram livremente. Nós mantemos, de fato, todas as posições originais do PT, de seu Manifesto de Fundação e seu Programa original. Lula e a maioria da direção do PT abandonaram estas posições. Eles estão então em oposição ao PT? Acredito que são apenas diferenças de opinião política e esperamos convencer a maioria dos companheiros a voltar aos trilhos do socialismo.

Blog Ananindeua Debates: Dilma é a candidata oficial do Partido ou há espaço para outras pré-candidaturas no PT?

Serge Goulart: A Dilma não é candidata oficial do PT. Ela foi lançada por Lula pela imprensa sem discussão nenhuma com o partido. E depois a maioria dos dirigentes foi aderindo sem nenhuma crítica. Mas é só o Congresso do PT que define a candidatura, em março. Até outros nomes podem se apresentar. Existem ótimos companheiros para impedir a direita de voltar e podermos avançar. Por exemplo, o senador Eduardo Suplicy, o Olívio Dutra e o melhor nome de todos: o próprio Lula. Afinal, na democracia é o próprio povo que decide quanto tempo fica no governo um dirigente. Não é Washington que deve decidir isso, como até agora.

Blog Ananindeua Debates: O Governo LULA Melhorou o Brasil?

Serge Goulart: A luta da classe trabalhadora mudou o Brasil. Começando por eleger Lula. Esta foi uma grande vitória popular com repercussão mundial. Agora, é evidente que o governo Lula ainda não se colocou à altura do esforço e das necessidades do povo trabalhador brasileiro. O fato de haver um Congresso de ampla maioria de reacionários deve ser resolvido, mas o central é que o PT deveria romper as alianças com os partidos burgueses e governar apoiado na mobilização e na organização popular. É hora do PT explicar aos trabalhadores que o capitalismo traz a guerra e o sofrimento como a nuvem traz a tempestade. É preciso que o PT entre na luta para ter um verdadeiro governo do PT apoiado na CUT, no MST e nas organizações populares.

Blog Ananindeua Debates: Se você ganhar a eleição para presidente do PT, qual vai ser sua relação com o Governo LULA?

Serge Goulart: De companheiro que, representando a maioria do partido, o chamaria para discutir a aplicação, no governo, das posições históricas que fizeram a força do PT e elegeram Lula. Iniciaríamos imediatamente uma discussão companheira e firme sobre como romper as alianças com os algozes da classe trabalhadora, como romper de fato com o imperialismo e o capitalismo, como mobilizar para defender os direitos e conquistas da classe trabalhadora, atender as reivindicações mais sentidas do povo e avançar para o socialismo. E tudo isso seria feito convocando os militantes a opinar e a decidir, mobilizando o partido desde a base para tomar o partido e o país em suas mãos e começar a varrer o lixo burguês que cobre o Brasil.

Fonte: Blog Ananindeua Debates

Deixe seu comentário

Leia também...

Argentina: Mobilização para combater os capitalistas e seu ajuste

O governo federal avança a toda velocidade tentando impor o ajuste disfarçado de reforma. Assim …

Deixe uma resposta