Início / Artigos / Outras Análises | Ver Mais / Economia / Sem luta a crise engolirá as conquistas dos trabalhadores

Sem luta a crise engolirá as conquistas dos trabalhadores

Wanderci Bueno


O mercado financeiro, ou seja, os grandes investidores do mercado especulativo, por meio do Banco Central, anunciam no boletim Focus que o PIB (produto Interno Bruto) cairá de 3,67 para 3,56 %, e que a economia neste ano crescerá 3,56 % quando previam um crescimento de 3,67 %. A inflação que estava prevista em 4,50 % saltará para 6,45 %.
Enquanto continua a farra no sistema financeiro o imperialismo continua e investir aqui e a remeter fortunas para o exterior. Analistas estimam um ingresso de Investimento Estrangeiro Direto (IED) em 2011, no valor de US$ 55 bilhões, para 2012 a previsão é de que ficará estanque na casa dos US$ 50 bilhões.

A previsão do mercado financeiro para o déficit em conta corrente neste ano passou de US$ 58,25 bilhões para US$ 57,87 bilhões. Para 2012, o déficit em conta corrente do balanço de pagamentos deve saltar de US$ 68,51 bilhões para US$ 68,63 bilhões. Ou seja, 10 bilhões de dólares acima do índice de 2011.
A economia brasileira, fortemente atada ao capital estrangeiro, do ponto de vista dos patrões, para não ser arrastada para o buraco, exigirá cortes e mais cortes, destruição de direitos dos trabalhadores e arrocho salarial.
Não é por acaso que a presidente Dilma pediu aos ministros e empresários, na presença da CUT, para que cuidem de não darem aumentos salariais. Resta saber se os trabalhadores aceitarão pagar a conta originada pela crise que eles não criaram.
Na Europa a perspectiva é de uma profunda depressão e que todas as armas da burguesia se voltarão contra a classe trabalhadora. Lá os trabalhadores já estão com a boca no trombone e gritam: “Não pagaremos pela crise, que a paguem os patrões”. Estão impondo grandes greves gerais e empurrando as direções. Elas se viram como podem para frearem as lutas!
Que os trabalhadores brasileiros sigam o exemplo dos trabalhadores europeus! Afinal, se todos golpearem juntos, no mundo todo, os produtores de toda a riqueza só terão a ganhar na luta para derrotar o capitalismo!   

Deixe seu comentário

Leia também...

Como produzir uma recessão? Sobre as causas do déficit primário na economia brasileira

Nesta quarta-feira (30/8), foi noticiado um rombo das contas públicas de R$20 bilhões neste ano, …