Início / Artigos / Outras Análises | Ver Mais / Geral / Quem vai para a cadeia?

Quem vai para a cadeia?

O Jornal O Globo de 8/1/2014, anunciava que Barbosa, presidente do STF decretou a prisão de João Paulo Cunha do PT, por conta da AP 470. E depois saiu de férias, talvez para seu apartamento de 1 milhão, em Miami, EUA.

O interessante na notícia é o fato de que Roberto Jefferson, o presidente do PTB, continua “esperando” confortavelmente, em casa, para saber se vai cumprir pena em prisão ou em domicílio. E este fato recebe quase nenhuma atenção. Mas, o jornal burguês vai além disso.

O Globo costuma destacar uma espécie de “micro-editorial” com um ou dois parágrafos, em um box, ao lado da notícia, o que chama a atenção. E, neste caso, o jornal destaca que todos os líderes petistas já tem sua prisão decretada. E simplesmente esquece Roberto Jefferson. Mais ainda, o jornal noticia cada um dos “andamentos” do processo (cobrança de multa, José Dirceu dizendo que a prisão “é boa”, etc.). Qual o motivo?

O motivo é simples. Roberto Jefferson é um homem da burguesia e já cumpriu seu papel. O que interessa ao jornal é tentar mostrar o tempo inteiro que o PT e seus dirigentes são um bando de criminosos dos quais o povo tem que se afastar. Eles não perdoam ao PT suas origens de classe.

É verdade que a situação não é igual a de 1946 quando o Estado deu-se ao luxo de colocar o Partido Comunista (PC) na ilegalidade. Afinal, a Presidente da República, hoje, é do PT. Mas, a burguesia mantem sua postura ferina e raivosa, esperando o momento de dar o bote. A AP 470 foi o começo, mas eles querem ir muito além disso. E vão continuar tentando. O jornal apenas prepara politicamente o momento seguinte.

E não vai adiantar nada a direção do PT e seus expoentes cada vez se curvarem mais tentando mostrar que são “homens respeitadores da lei e da ordem” e que a burguesia pode contar com eles. Nem mesmo a prisão de seus dirigentes sob acusações falsas e perseguição política absurda abalou os dirigentes petistas. Eles tem tal horror à possibilidade de reação das massas que preferem submeter-se ao açoitamento legal do STF do que mobilizar as massas para se defender, pois temem mais a revolução que sua própria prisão. O próprio Lula declarou no Congresso do PT que não iria falar uma palavra sobre o assunto antes de tudo terminar no STF!

A tarefa histórica de organizar e mobilizar contra os exploradores capitalistas e suas forças de repressão saiu definitivamente das perspectivas destes dirigentes. Mas, a responsabilidade pelo que acontece, e pelo que acontecerá, continua integralmente em suas mãos. E eles vão responder por isso quando os trabalhadores e a juventude se levantar aos milhões contra todo este sistema podre que só causa guerras, miséria e sofrimento.

Deixe seu comentário

Leia também...

Movimento LGBT: Libertação e Revolução

Nos anos recentes, a luta contra a opressão de gênero e a discriminação com base …