Início / Artigos / Outras Análises | Ver Mais / Educação / Quem são os “amigos” da escola?

Quem são os “amigos” da escola?

 

O Programa “Empresa Amiga da Educação” foi criado no RJ, enquanto estudantes e professores são tratados como inimigos pelo Governador Pezão e ALERJ, que nos ignoram ou nos recebem com repressão.

Na Lei 7.487/16, as empresas patrocinam escolas e ganham o direito de divulgar publicidade. Com a crise econômica, a tendência é o Estado fugir das obrigações e deixar os serviços públicos nas mãos dos empresários. Mas será que nós deveríamos aceitar essa “caridade”? Como ficará aquela escola que mais precisa de recursos se não der lucro para as empresas?

Um dia professores com salário parcelado fazem vaquinha para pagar o transporte do terceirizado sem salário, no outro ele é demitido e assumimos sua função para que a escola continue funcionando. No dia seguinte nossos salários são atrasados e escolas são ameaçadas de fechamento ou privatização… Assim o Estado transfere para nós a fatura da crise. Por isso nos manifestamos sempre.

As escolas não devem ser outdoors! Nem assistencialismo, caridade ou esmola para a educação pública! Nossos muros são trincheiras onde aprendemos a nos organizar e lutar em defesa da educação pública, gratuita e para todos!


Artigo publicado no jornal Foice&Martelo 100, de 8 de dezembro de 2016. Adquira com um militante da Esquerda Marxista, ou assine: http://migre.me/vzFCw

Deixe seu comentário

Leia também...

Sobre a origem e significado do Contrato de Impacto Social (CIS) e porquê a classe trabalhadora deve combatê-lo

Desde o fim de novembro, o governo Alckmin e o Secretário da Educação Nalini deram …