Início / Destaques | Ver Mais / Por que a juventude precisa defender a revolução venezuelana?

Por que a juventude precisa defender a revolução venezuelana?

Há um grande esforço da mídia em distorcer os acontecimentos na Venezuela, que é um país onde a população conquistou enormes avanços sociais, econômicos e políticos. Mas o objetivo é justamente que o exemplo da Venezuela, que vai contra esse sistema apodrecido, não seja conhecido.

Na educação, as realizações alcançadas na Venezuela são particularmente notáveis. A democratização do acesso ao ensino superior, a erradicação do analfabetismo decretada pela Unesco em 2005, a criação de novas universidades, a recuperação do sistema estatal de recursos de estudo, entre outras questões, são um enorme progresso educacional em comparação com a maioria dos outros países. Em quase todo o mundo o que se vê é o contrário, é a destruição diária do ensino público.

A universalização do acesso à educação teve os seguintes resultados na Venezuela: cerca de 1,5 milhões de pessoas aprenderam a ler e a escrever graças à campanha de alfabetização denominada Missão Robinson I. A revolução bolivariana permitiu que o número de crianças na escola passasse de 6 milhões em 1998 para 13 milhões em 2011. Em 2013, a taxa de escolarização alcançava já 93,2%. Esses são somente alguns dados, que mostram que uma educação pública, gratuita e para todos é possível, quando há investimento e interesse do governo.

É importante ressaltar que não existe vestibular na Venezuela. O estudante sai da escola e pode escolher seu curso em uma universidade pública, sendo bancado pelo governo. Outro dado a se ressaltar é que a Venezuela é o quinto país do mundo com mais estudantes universitários por mil habitantes, segundo a Unesco.

Saúde e outros serviços públicos

Os avanços em relação à saúde também são gigantes. Foi criado o Sistema Nacional Público para garantir o acesso gratuito ao atendimento médico para todos os venezuelanos. Entre 2005 e 2012, foram criados 7.873 centros médicos na Venezuela. De acordo com a revista Fórum, em uma matéria feita em 2013, o número de médicos por 100 mil habitantes passou de 20, em 1999, para 80, em 2010. Ou seja, um aumento de 400%.

Outra medida social adotada foi a “Misión Barrio Adentro I”, que permitiu a realização de 534 milhões de consultas médicas, onde cerca de 17 milhões de pessoas puderam ser atendidas, enquanto que, em 1998, menos de 3 milhões de pessoas tinham acesso regular à saúde. Foram salvas 1,7 milhões de vidas entre 2003 e 2011. Houve também uma queda da mortalidade infantil e um aumento da expectativa de vida. Além do investimento, o governo venezuelano dá assistência para aqueles que não tem renda. Se você for ao oftalmologista, precisar usar óculos e não puder pagar, ganha uma receita e pode retirar seu óculos gratuitamente.

É gritante ainda a diminuição da pobreza, o aumento dos idosos recebendo a aposentadoria, mais de 700 mil moradias construídas em 10 anos, a aplicação da reforma agrária, diminuição da jornada de trabalho para 6 horas diárias e 36 horas semanais sem redução do salário e um aumento de 60,6% nos investimentos sociais.

O ataque à democracia venezuelana

A mesma mídia que defende Temer e Trump, ataca a revolução venezuelana. Na última eleição para a Assembleia Nacional Constituinte, a oposição burguesa disse que houve fraude e que não iria reconhecer o resultado da eleição. Isso é mentira. O que vimos na eleição foram jovens e trabalhadores votando na Constituinte. Houve uma tentativa da burguesia venezuelana de impedir que moradores da periferia chegassem ao colégio eleitoral, destruindo urnas e entrando nos colégios com armas. Mas o povo venezuelano resistiu bravamente chegando a fazer fila de muitas horas para exercer seu direito ao voto. Em cidades mais afastadas, mesmo com ameaças físicas dos opositores, saíram para votar, cruzando rios e montanhas para chegar no centro de votação.

A oposição burguesa, junto com o imperialismo norte-americano e europeu, quer esmagar a revolução venezuelana e suas conquistas. Precisamos defender todos os direitos conquistados e lutar para avançar ainda mais. Jovens e trabalhadores precisam se unir e acabar com as tentativas de derrota da revolução, pois somente o aprofundamento da revolução garantirá a vitória na Venezuela.

A Venezuela é um exemplo a ser seguido. Defendemos todas as iniciativas de lutar pela revolução deste país e no mundo. Conheça a história da Revolução Venezuelana e junte-se a nós.

Lute pela revolução, faça parte da Liberdade e Luta!

Deixe seu comentário

Leia também...

O que é hoje a Frente Povo Sem Medo e a plataforma “Vamos!”

A Frente Povo Sem Medo (FPSM) foi lançada em outubro de 2015 como uma frente …