Início / Artigos / Outras Análises | Ver Mais / Economia / Petrobras continua sendo desmontada

Petrobras continua sendo desmontada

Mesmo com os escândalos, a empresa continua produzindo e forte. Contudo, enfrenta desmonte e privatização.

O projeto de lei de José Serra, que retira a participação mínima da Petrobras no Pré-Sal, já foi aprovado no Senado e hoje tramita como PL 4.567/2016 na Câmara dos Deputados, aguardando parecer do Relator da Comissão Especial para ser levado à votação.

A exploração do Pré-Sal é o tipo de empreitada tecnológica que só pode ser realizada por uma empresa Estatal. Nenhuma empresa privada se atreveria a tal feito. O baixo preço do barril do petróleo no mercado mundial tirou fôlego para a exploração de novos campos nesta região, mas os que já estão sen explorados são viáveis e produzem uma média de um milhão de barris por dia, quase a metade da produção total da Petrobras.

A Lei da Partilha já benificia o setor privado, mas garante que a Petrobrás seja a operadora de todos os blocos do Pré-Sal e tenha uma participação mínima de 30% em cada poço. Não satisfeito com a Lei da Partilha, o imperialismo exige o regime de concessão na exploração do Pré-Sal, onde a empresa estrangeira é dona do óleo extraído e sua única obrigação é o pagamento de impostos.

Querem dar a impressão de que a Petrobras está quebrada e vulnerável. Querem fazer crer que precisa vender suas subsidiárias. Nós já ouvimos esta história na década de 1990 e os trabalhadores resistiram à entrega da estatal.

Artigo publicado na edição 90 do jornal Foice&Martelo, de 15 junho de 2016.

Deixe seu comentário

Leia também...

Os capitalistas estão assustados com o capitalismo

Rob Sewell verifica as condenações brutais que ninguém menos que os próprios capitalistas estão lançando …