Início / Artigos / Paquistão: Mensagem de Manzoor Ahmed de uma cela da polícia

Paquistão: Mensagem de Manzoor Ahmed de uma cela da polícia

Centenas de militantes são presos por lutar contra a ditadura no Paquistão. É urgente a solidariedade internacional. Clique aqui e pegue o modelo de moção.

“Aos Trabalhadores de todo o mundo

Camaradas!

Eu falo a vocês de uma cela da polícia em Gujranwala, a quinta maior cidade do Paquistão, onde fui preso esta manhã, junto com 150 dos meus camaradas, pelo crime de protestar contra a ditadura de Pervez Musharraf. Nós estávamos dirigindo uma manifestação de massas de milhares de pessoas comuns, pessoas pobres que apoiam o PPP e se opõem à ditadura.

Ontem nosso parlamento (o Congresso Nacional) foi dissolvido depois de cinco anos. Durante este período eu tenho lutado como um parlamentar pelos direitos do povo trabalhador. Eu tenho lutado no parlamento, nas fábricas, nas ruas e vilarejos. Eu tenho lutado contra leis trabalhistas reacionárias, contra o desemprego, contra a pobreza e injustiça.

Nós tivemos importantes vitórias. Nós derrotamos a tentativa de privatizar a Pakistan Steel. Mas a verdadeira batalha começa agora: minha luta junto com as massas para acabar com essa injustiça. Sabemos que nossa luta tem o apoio de nossos amigos e camaradas em outros países e isso nos dá força para continuar superando todos os obstáculos.

Camaradas, está provado que aqueles que duvidaram de nossas esperanças de renascimento do Partido do Povo estavam errados. Os partidos e grupos sectários foram liquidados da noite pro dia, superados pelo movimento das massas. Agora ninguém pode duvidar que todo o movimento se dará através do PPP. Essas prisões não nos deterão. A luta vai continuar. Nos continuamos a lutar pela revolução, pelo socialismo.

Aos trabalhadores de todos os países que estão nos apoiando eu tenho apenas essa mensagem. Nós estamos lutando contra a ditadura e a lei marcial, por direitos democráticos. Mas minha luta não é apenas contra a ditadura. É também contra o sistema que gera a ditadura: capitalismo e feudalismo. E minha luta não terminará enquanto este sistema injusto e opressor seja finalmente destruído.

Enquanto houver famintos, desempregados, desabrigados (sem-teto) nossa luta não pode acabar. E nunca vai acabar até que haja socialismo no Paquistão e por todo o mundo.

Vitória para as massas!

Vitória para a classe trabalhadora!

Juntos podemos vencer!

Zindabad!

Manzoor Ahmed,

No Posto Policial do Bairro Modelo em Gujranwala, Paquistão.

16 de Novembro de 2007″

==============================================

Modelo de moção:

Ao Excelentíssimo Embaixador do Paquistão
Sr. Muhammad Haroon Shaukat

Prezado Senhor, venho através desta solicitar a liberdade do Deputado Manzoor Ahmed e dos demais integrantes da Longa Marcha, presos na manhã de 16 de Novembro de 2007 na cidade de Gujranwala.

Somente o restabelecimento das liberdades democráticas podem fazer com que o país volte a normalidade e o povo paquistanês possa encontrar a resolução para os problemas que afligem o país.

Atenciosamente,
Nome
(profissão / mandato parlamentar / sindical / estudantil)

Enviar para e-mail da embaixada:
parepbrasilia@yahoo.com

Cópia oculta para:
info@ptudc.org
secretaria@marxismo.org.br

Ligações à Embaixada também podem ser feitas:
(61)3364-1632 ou (61)3364-1634

Também podem ser enviados FAX:
(61)3248-0246

Deixe seu comentário

Leia também...

Para onde vai a China: voltar à economia planificada ou fortalecer o capitalismo?

No recente 19º Congresso do Partido Comunista Chinês, realizado de 18 a 24 de outubro …

Deixe uma resposta