Início / Sem Categoria / O que significam as declarações do ministro Nelson Jobim?

O que significam as declarações do ministro Nelson Jobim?



A posição da Esquerda Marxista diante das recentes e absurdas declarações do ministro Jobim

Numa homenagem aos 80 anos de Fernando Henrique Cardoso, o Ministro da Defesa, Nelson Jobim, além de tecer vários elogios ao ex-presidente, já havia declarado: “Os idiotas perderam a modéstia”. Isso foi interpretado como uma referência ao atual governo, mas ele negou.
No Ministério da Defesa, alinha-se constantemente aos militares, inclusive em temas como a apuração e punição dos crimes cometidos pela Ditadura Militar no Brasil e também em relação à abertura dos arquivos secretos da Ditadura, sobre essa questão, deu recentemente uma suspeita declaração: “Não há documentos, nós já levantamos os documentos todos, não tem. Os documentos já desapareceram, já foram consumidos à época”.
Em entrevista para o jornal Folha de SP no dia 26/07, Nelson Jobim declarou ter votado em José Serra nas eleições presidenciais do ano passado. É incrível que um ministro do governo Dilma assuma ter votado em um candidato adversário na última eleição. Ainda mais em José Serra, candidato que atacou o PT e Dilma, utilizando argumentos ultraconservadores e diversas calúnias.


Nelson Jobim, filiado ao PMDB, já foi Ministro da Defesa de Fernando Henrique Cardoso entre 1995 e 1997. Foi chamado por Lula para voltar ao ministério em 2007 e permanece até hoje no cargo.


A realidade é que o PMDB e o Sr. Jobim defendem, em linhas gerais, a mesma política do PSDB e do DEM. O PMDB está do lado da burguesia (dos patrões, banqueiros e latifundiários). O PT, por outro lado, foi criado para aplicar uma política oposta à da burguesia e em sintonia com os anseios da classe trabalhadora. O PT surgiu e se desenvolveu lutando contra estes que agora participam e se dizem aliados do governo, como Jobim e o ex- presidente José Sarney.
As declarações do ministro apenas evidenciam o erro que significa fazer alianças com a burguesia. Ele é um, entre tantos outros burgueses que estão no governo, trabalhando para que a política derrotada nas urnas seja a predominante. O povo elegeu um governo do PT para ver suas reivindicações atendidas, contra o conservadorismo, as privatizações e a retirada de direitos. São essas aspirações que um governo do PT deve atender!
Nossa luta é para que o governo Dilma esteja de fato voltado para os trabalhadores, reduzindo a jornada de trabalho sem a redução de salários, acabando com o fator previdenciário, fazendo uma verdadeira Reforma Agrária, estatizando as fábricas ocupadas, etc. Entretanto, tudo isso só é possível rompendo as alianças com esses “amigos”, apoiando-se na CUT e no movimento sindical, no MST e nos movimentos sociais, na classe que é explorada pelo capitalismo.
– Fora Jobim e demais ministros capitalistas!
– Dilma, rompa as alianças com a burguesia!
– Por um governo socialista dos trabalhadores!
Esquerda Marxista
01/08/2011

Deixe seu comentário

Leia também...

Eleições no Chile: A “Frente Ampla” se apresenta no primeiro turno das eleições presidenciais.

Escrito por Carlos Hernán As eleições do dia 19 de novembro no Chile mostraram uma …