Início / Artigos / O governo de coalizão não tem maioria no congresso?!

O governo de coalizão não tem maioria no congresso?!

O PT diminui no governo, mendigando um cargo para Marta Suplicy e entram mais ministros burgueses. E, em geral, da pior espécie.

Para conquistar o segundo mandato, Lula teve que girar no segundo turno e fazer a campanha dos “pobres contra os ricos” e contra as privatizações. Isto fez renascer muitas esperanças, ou melhor dizendo, ilusões. Mas, Lula está se encarregando de martelar os iludidos. A lição que Lula tirou dos primeiros quatro anos é que tem continuar e aprofundar que vinha fazendo, ou seja, fugiu para o fogo. Surge o governo de coalizão com PMDB e o PP (ex-PDS, ex-ARENA) – dois partidos capitalistas nascidos diretamente das mãos da ditadura militar – além da periferia de aluguel chamada PTB, PL, PR, entre outros.

O PT diminui no governo, mendigando um cargo para Marta Suplicy e entram mais ministros burgueses. E, em geral, da pior espécie. O primeiro escolhido para agricultura (maior produtor de sementes de soja do Brasil) nem tomou posse de tão sujo que estava. No seu lugar, para manter a coerência, Lula põe Reinhold Stephanes, um ex-ministro da ditadura e de FHC, que planejou a Reforma da Previdência no Brasil.

O mapa dos Ministérios é uma declaração programática do que pretende o governo Lula. Tudo em nome de garantir uma maioria no Congresso para que Lula tenha “governabilidade”, seja lá o que isto significa. Felizmente, para desmascarar este argumento, já surgiu a “Emenda 3”, que provoca uma verdadeira revolta no movimento sindical e obriga Lula a vetar esta tentativa de Reforma Trabalhista. A “Emenda 3” tenta “destravar o Brasil” revogando direitos trabalhistas. Isto leva a CUT a convocar a primeira greve geral do governo Lula contra o Congresso Nacional, que ameaça derrubar o veto de Lula.

Mas o Governo de Coalizão não criou uma maioria neste Congresso?! Porque, então, é necessária uma greve geral se Lula, agora, tem maioria no congresso? Acontece que a maioria criada pelo governo de coalizão é só para aprovar ou revogar leis contra o povo.

Está provado pela “Emenda 3” que qualquer medida progressista só pode ser imposta pela mobilização popular. E é com estas organizações que o PT deveria governar para varrer partidos capitalistas do poder e realizar as aspirações mais sentidas do povo. Por isso, dia 10 de abril vamos parar o Brasil junto coma CUT contra a “Emenda 3”.

Deixe seu comentário

Leia também...

Seminário sobre Liberdade e Independência Sindical

Joinville-SC, de 24 a 26 de novembro de 2017 Inscrições até 10/11/2017 A Esquerda Marxista …

Deixe uma resposta