Início / Sem Categoria / No Rio, Bondinho de Santa Tereza tomba, mata 5 e fere gravemente mais de 30 pessoas

No Rio, Bondinho de Santa Tereza tomba, mata 5 e fere gravemente mais de 30 pessoas

Vídeo encontrado no Youtube

O bondinho de Santa Tereza é um dos locais mais famosos da cidade do Rio de Janeiro. Ponto de visita turística, mas também usado para o transporte da população do morro de Santa Tereza e de muitos jovens que ali visitam os bares e os pontos históricos e culturais.

Na noite deste sábado, com falha nos freios, o bondinho saiu dos trilhos e tombou. O acidente deixou cinco mortos e mais de 30 feridos, pacientes ainda hoje permanecem internados em hospitais municipais. O Conselho Regional e Engenharia (Crea) informou que ocorreu falha nos freios do bonde, a Central Logística, empresa que opera o sistema negou. Entre o dito e o não dito ficamos com as informações da ASMAT (Associação de Moradores e Amigos de Santa Tereza) que divulgou declaração onde acusa o secretário de transportes e o governador Sergio Cabral de omissão. Leiam abaixo trechos da declaração encontrada na íntegra nesse link:

Nesse momento de dor e indignação, temos a dizer à imprensa, à sociedade civil e aos poderes constituídos que não aceitamos, em hipótese alguma, a classificação desse acidente como fatalidade.” 

“Trata-se de uma tragédia anunciada; mais uma, como foram a morte da Professora Andréa de Jesus e, recentemente, do turista Francês Charles Damien.
Qualquer que seja o motivo apontado pela perícia, é certo que o Estado do Rio de Janeiro, na pessoa de seu Governador Sérgio Cabral e, principalmente, na pessoa do Secretário de Transportes Júlio Lopes, omite-se de forma vil e dolosa há anos, tratando o sistema de bondes de Santa Teresa com descaso.
Mais do que o abandono de um bem tombado, que, quando convém, tem a imagem utilizada para ilustrar interesses politiqueiros de divulgação da cidade, estamos diante de uma situação criminosa, na medida em que pessoas morrem ou sofrem lesões corporais de natureza grave, que certamente poderiam ser evitadas se o Governador e o Secretário cumprissem a decisão judicial que, há mais de 2 (dois) anos ordenou a recuperação integral do sistema de bondes, com a devolução dos 14 bondes tradicionais em perfeitas condições de operação.
(…)
É difícil acreditar que os verdadeiros responsáveis pelas mortes, ferimentos, famílias e sonhos destruídos algum dia serão culpados, mas é esse o nosso desejo e nossa luta, pois temos a convicção de que somente a punição exemplar seria eficaz no sentido de reverter a situação crítica que tem sido imposta ao nosso bairro, ao nosso sistema de transporte e às nossas vidas.

Por fim, convocamos os moradores de Santa Teresa e a população do Rio de Janeiro para se juntarem a nós nessa luta hercúlea e contínua que constitui uma missão histórica da AMAST. Pedimos que continuem acompanhando e participem dos atos públicos e manifestações, virtuais e presenciais, programados pela associação, com destaque para o dia do aniversário do bonde, 01/09, cuja comemoração já seria substituída por protesto em forma de luto, agora com mais razão de ser em função desse lamentável acontecimento”.
Ajudem esta luta, divulguem e participem do Ato do dia 01 de setembro.

Deixe seu comentário

Leia também...

Camarada Roger, presente!

É com imensa tristeza que informamos a morte do nosso jovem camarada Roger Eduardo Miranda. …