Início / Luta de Classes / Motoristas em greve fazem manifesto em frente à Câmara de Bauru

Motoristas em greve fazem manifesto em frente à Câmara de Bauru

Os motoristas dos ônibus circulares continuam em greve e decidiram ir para as ruas na segunda-feira, dia 24 de junho.

Com cartazes que estampavam suas principais reivindicações de 200 trabalhadores realizaram uma passeata pela Avenida Rodrigues Alves até à Câmara Municipal dos Vereadores em Bauru (SP).

A greve dos motoristas do transporte público entra hoje no quarto dia apesar de uma liminar judicial ter determinado o retorno dos grevistas na sexta-feira, nenhum um ônibus circula pela cidade, nem mesmo o mínimo de 30% estabelecido em lei, pois assim decidiram os trabalhadores em assembleia realizada antes do início da greve.

Após alguns minutos de protesto em frente a Câmara, o presidente do Legislativo desceu para conversar com os motoristas. 

No fim de semana, nenhum ônibus circulou na cidade. Na sexta-feira, a liminar exigiu que 100% do serviço fossem mantidos nos horários de pico e 80% nos demais períodos do dia, sob a pena de multa de R$ 100 mil por dia de descumprimento. No entanto, sob a alegação de vandalismo, devido aos vários protestos contra o valor das passagens, nem os 30% exigidos por lei estão sendo cumpridos.

Bauru tem atualmente 225 ônibus parados e 180 motoristas participam do movimento grevista. 

Apesar de a diretoria do sindicato ter aceito a proposta inicial da empresas em relação às reivindicações da categoria, uma parte dissidente não concordou e convocou a greve, que teve início na sexta-feira.

Entre as reivindicações, os motoristas querem o aumento de 12% no salário, mudança no turno, melhora na comissão dos motoristas que trabalham também como cobradores e aumento no valor do vale-refeição.

(Fonte: Tv Tem Bauru – www.g1.com e Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal)

 

Deixe seu comentário

Leia também...

Escola Mundial da CMI: Celebrando o legado de 1917

Mais de 300 revolucionários de 20 diferentes países reuniram-se na Itália na última semana de …