Início / Artigos / Brasil / Lula está errado, Fausto estava errado e os petistas não estão se sentindo lá muito bem

Lula está errado, Fausto estava errado e os petistas não estão se sentindo lá muito bem

O candidato a presidente nacional do PT, Serge Goulart, rebate a declaração de Lula publicada na Folha de São Paulo de hoje: ‘No Brasil, Jesus teria que se aliar a Judas’.

Lula, Presidente da República, numa entrevista à Folha de São Paulo (22/09/09) é questionado pelo jornalista: “Por que o Sr. escolheu Dilma como candidata?”

E o companheiro Lula, lamentavelmente, responde que a escolheu porque “Dilma é a mais competente gerente que o Estado já teve”. Lula assumiu assim que foi ele que “escolheu” a candidata. E logo depois passou uma aliança com o PMDB.

Não podemos concordar nem com o mérito nem com o método adotado.

Um milhão e trezentos mil filiados do PT pensavam que era o partido, suas instâncias e seus delegados que “escolheriam” a candidatura à presidência da república, o programa e se haveria ou não alianças, no Congresso do PT em 28/02/2010.

“Um partido que almeja uma sociedade socialista e democrática tem de ser, ele próprio, democrático nas relações que se estabelecem em seu interior”. (Carta de Princípios do PT)

Um milhão e trezentos mil filiados do PT ficaram sabendo que o melhor candidato, para Lula, é um administrador da massa falida chamado de Estado brasileiro e seu sistema político e social. O que contraria todos os princípios do PT. Os socialistas não deveriam ser transformados nos melhores gerentes do capitalismo.

“O Partido dos Trabalhadores define-se, programaticamente, como um partido que tem como objetivo acabar com a relação de exploração do homem pelo homem”. (Carta de Princípios do PT)

Até Lula atropelar o partido lançando Dilma pela imprensa, ainda havia outros nomes disponíveis. Independente do que cada um pense destes nomes, aí estava Marta Suplicy, Mercadante, Tarso Genro, Eduardo Suplicy, e seguramente outros. Após o decreto presidencial, um a um eles foram desaparecendo, enquanto a maioria dos dirigentes do partido aderia incondicionalmente à descoberta genial do companheiro Lula.

Aliás, para ganhar as eleições, o melhor nome de todos seria o do próprio Lula. Curvar-se ao Congresso que FHC arregimentou para lhe dar dois mandatos e aceitar que a regra da democracia é esta porque é a tradição dos EUA é entregar a alma à Washington. A democracia é o povo decidir quem é seu governante quantas vezes e pelo tempo que quiser. Aliás, como na França, na Inglaterra, Espanha, etc.

E andam dizendo por aí que para “viabilizar” a Dilma – que, apesar de toda a exposição e do ministério que ocupa, perde nas pesquisas até para o oligarca Ciro Gomes – outra idéia extraordinária leva a um “pré-compromisso programático e eleitoral” com o PMDB de Sarney, Renan, Jader. E junto, claro, os “companheiros” do PP (Maluf, Amin etc.), os Collor, os Monteiro, Osmar Dias e tutti quantti. Isto significa rifar o PT nos estados, diluir o partido e bloquear as possibilidades de uma política ao lado dos trabalhadores num próximo governo. Aliás, como já vem acontecendo desde 2003.

Mas infelizmente Lula não tem nenhuma maioria no Congresso para aprovar qualquer coisa séria do interesse dos trabalhadores. O Congresso aprovou a absurda Emenda 3 (contrato individual de trabalho como pessoa jurídica), não aprova a redução de jornada para 40 horas semanais e impede a Reforma Agrária. Aliás, o ministro do PMDB se recusa a cumprir a palavra de Lula de que ia rever o índice de produtividade da terra. Só há maioria para os projetos que interessam aos capitalistas. Essa é a “base aliada”!

Lula tem 80% de apoio popular. Se o Congresso é reacionário e impede a vontade do povo de se expressar, então é preciso removê-lo da cena! E convocar uma Constituinte Soberana, verdadeiramente democrática e livre, que esteja em sintonia com os anseios populares e permita que um governo do PT, apoiado na CUT, no MST e nas organizações populares atenda as reivindicações e abra caminho para o socialismo.

Política é a economia concentrada

Uma incrível máquina de propaganda pretende louvar as “medidas anticíclicas que seguraram a crise no Brasil” que teriam impedido um tsunami, mas não pode apagar que aqui fomos a ZERO de crescimento, enquanto a Índia e a China fizeram 6% e 8%, respectivamente. Todas as medidas adotadas pelo governo foram imitações das adotadas por Bush, Obama, Gordon Brown, Merkel, etc. Zero de criatividade e muito mais doação de dinheiro público percentualmente que EUA e Inglaterra.

A injeção maciça de recursos públicos em empresas privadas foi a grande ação política e econômica de todos estes governantes. Aqui também. Empurram a crise de superprodução para frente com crédito artificial preparando uma grande bolha para explodir no futuro. Empurraram com a barriga a crise atual preparando uma futura crise ainda maior ao transformar em perdas e dívidas trilionárias do Estado a pilhagem e os prejuízos dos especuladores. Essa aventura ameaça o conjunto do edifício econômico e financeiro do planeta e a sociedade civilizada.

E a solução para Lula é aprofundar os laços com todos que ajudaram a causar essa crise e que mantém o povo trabalhador brasileiro submetido a uma das maiores desigualdades sociais do mundo. O Brasil continua tendo no Nordeste o incrível índice de 17,7% de analfabetismo, quando a Venezuela tem índice ZERO. O Brasil está em 75º lugar no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), atrás da Venezuela, Panamá, Chile, etc. Temos milhões de desempregados. A Reforma Agrária retrocede e virou inteiramente “caso de polícia”. Privatiza-se a Amazônia com a Lei das Florestas e as Hidrelétricas no rio Madeira. Inventa-se um projeto com supostas tintas sociais só para não fazer a Petrobrás 100% estatal, com todo o Pré-Sal e anulação de todos os leilões de petróleo.

E para resolver os problemas deste país a solução seria o “pré-compromisso programático e eleitoral” com o PMDB e outro governo de coalizão com PP, PSB, PDT, PR PTB, etc.. Acredite quem quiser.

E Lula, o companheiro metalúrgico que a classe trabalhadora levou à presidência do Brasil declara: “Se Jesus Cristo viesse para cá, e Judas tivesse a votação num partido qualquer, Jesus teria de chamar Judas para fazer coalizão”!

Para Lula, o PMDB é o Judas, provavelmente. Mas, se você se alia com os traidores, afinal contra quem você está lutando?! E o que vai resultar disso para o povo trabalhador?!

É muito mais adequado nestas alianças com os partidos capitalistas invocar Fausto, o personagem de Goethe que vende a alma ao diabo.

Segundo a tragédia, Deus e o Diabo apostam sobre a alma do ambicioso Fausto. Deus crê que Fausto será protegido por suas virtudes espirituais. Mas o diabo aposta na pressão material sobre o espírito do jovem. Mefistófeles oferece a Fausto tudo que ele mais deseja em troca de sua alma. Ele aceita o pacto.

Fausto encontra Margarida e ela é seduzida com jóias caras e se entrega a Fausto. Este ato desencadeia uma série de acontecimentos trágicos, como a morte do irmão de Margarida em um duelo contra Fausto. Ela, atormentada pela culpa e por uma súbita gravidez, enlouquece e é presa. No final, porém, ela obtém a salvação de sua alma, enquanto Fausto parte com Mefisto para os infernos.

O PT está sendo seduzido e ensandecido, mas os militantes que querem continuar fiéis à classe trabalhadora e à luta pelo socialismo resistirão e salvarão nossas bandeiras. Já Fausto, seguirá com Michel Temer.

Junte-se à chapa Virar à Esquerda. Reatar com o Socialismo!

Serge Goulart
Candidato a Presidente Nacional do PT

Deixe seu comentário

Leia também...

Eleição no AM: abstenções, brancos e nulos ocupam o vácuo deixado pela esquerda socialista

O primeiro turno da eleição suplementar para governador do Amazonas aconteceu no último domingo (6/8) …

Deixe uma resposta